Leia mais:
Leia mais:
O cuidado sobre a espiritualidade frente a pessoa com câncer
Preservação da fertilidade em mulheres submetidas a tratamentos oncológicos
Câncer de mama: saiba detalhes com o especialista [podcast]
Exigência de atestado dificulta vacinação de pacientes oncológicos contra a Covid-19
Câncer de mama supera o pulmão como o tumor mais diagnosticado no mundo

Fosfoetanolamina : A cura do câncer, entre a fé e a ciência

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

No último mês, muito se falou sobre uma substância desenvolvida na Universidade de São Paulo (USP), na unidade de São Carlos, e suas propriedades de cura do câncer. A fosfoetanolamina sintética é o resultado de mais de 20 anos de estudos de um aposentado professor de química da USP e sua equipe.

A polêmica gira em torno da liberação da substância para uso medicinal, que, devido a carência de estudos clínicos em humanos, etapa vital para liberação do medicamento, a distribuição do mesmo não pode ser feita, motivando a liberação da droga apenas com mandato judicial.

 

Mas afinal, como age a fosfoetanolamina?

A fosfoetanolamina é um precursor de ácidos graxos. Como a atividade mitocondrial é altamente dependente de ácidos graxos, e as mitocôndrias de células cancerosas apresentam uma atividade diminuída, a fosfoetanolamina ativa essas mitocôndrias de células cancerosas, permitindo a promoção de mecanismos apoptóticos (morte celular) e sinalização de membrana celular para reconhecimento da célula cancerosa pelo sistema imune.

 

Carência de estudos clínicos em humanos:

Embora a molécula já seja conhecida desde 1930, inclusive por suas propriedades apoptóticas e anti-tumorais, até o momento, não há estudos clínicos do uso da substância no tratamento do câncer, o que impede sua aprovação para distribuição como medicamento pela Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA).

 

O suposto milagre terapêutico relatado por pacientes e a ineficiência da iniciativa pública e privada brasileira, especialmente farmacêutica, em promover tais estudos clínicos levou a população a pensar em uma grande teoria da conspiração, envolvendo as grandes indústrias farmacêuticas e seu suposto desinteresse na produção do medicamento. Sejamos razoáveis ao analisar que qualquer indústria farmacêutica estaria interessada em fabricar a cura de cerca de 15 milhões de novos casos por ano, não é mesmo? Imagine o quanto esta empresa não iria lucrar. É inimaginável que não haja interesse em curar o câncer. Centenas de moléculas como a fosfoetanolamina estão sendo estudadas neste momento como possíveis tratamentos para o câncer, e anos de estudos são necessários para que poucas delas venham a se tornar medicamentos.

Fazendo uma análise até do mecanismo de ação da fosfoetanolamina conseguimos perceber a semelhança com tratamentos já conhecidos para o câncer, como os imunomoduladores, que, embora sejam um grande avanço, não determinaram a cura da doença. Vale também avaliar o câncer em sua pluralidade, afinal: o câncer de pulmão não é igual ao câncer de mama, carcinomas não são iguais a sarcomas, leucemias não são iguais a linfomas. Pensar em um tratamento único para todas as vias metabólicas neoplásicas é irracional.

A verdade é que muito se especula sobre a substância, e, devido ao grande peso que carrega uma cura para o câncer, somos movidos a esta esperança. Cabe a sociedade e seus homens de fé motivarem os homens de ciência a avançar nos estudos da substância e comprovar não só a eficiência, como também as indicações e segurança deste tratamento.

 

Referências Bibliográficas:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.