Filtrar

Gastroenterologia

Esôfago curto: Estudo revisa questões históricas e atuais relacionadas ao seu tratamento

O trabalho publicado na Annals of Surgery revisa questões do tratamento da doença do refluxo em pacientes diagnosticados com esôfago curto. Saiba mais.

APLV: Qual a importância do teste de provocação oral para o diagnóstico?

A APLV consiste em resposta clínica anormal, desencadeada pela ingestão de leite de vaca, derivados e alimentos que contenham traços.

Check-up Semanal: obstrução intestinal no pós-operatório, óxido nitroso em gestantes com covid-19 grave e mais! [podcast]

Check-up Semanal: obstrução intestinal e abordagem cirúrgica, óxido nitroso em gestantes com Covid-19 grave e mais!

Escore mSIS para câncer gástrico pode ser útil?

Diversos biomarcadores foram avaliados para caracterizar o grau de repercussão sistêmica do câncer gástrico, sem sucesso na prática clínica.

Doença hepática gordurosa de causa secundária: como identificar e manejar?

A doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) tem prevalência estimada em 25% da população mundial adulta.

Síndrome de ruminação: diagnóstico diferencial de doença do refluxo gastroesofágico refratária

Síndrome da ruminação são regurgitações repetidas dos alimentos após ingeri-los, sem náuseas e outros sintomas involuntários associados. Saiba mais.

Inibidor de transglutaminase 2 pode ser um tratamento eficaz para doença celíaca?

Pesquisadores avaliaram um fármaco capaz de inibir a transglutaminase 2 com alta especificidade, prevenindo a formação de glúten deaminado.

Teste respiratório do hidrogênio expirado em pediatria: quais são as indicações?

O teste respiratório do hidrogênio expirado é uma ferramenta complementar não invasiva frequentemente utilizada em centros de referência.

Efeitos da disbiose intestinal na displasia broncopulmonar

Artigo revisa aspectos básicos das funções da microbiota intestinal e suas possíveis relações no desenvolvimento da displasia broncopulmonar. 

Sintomas gastrointestinais e fadiga podem persistir após infecção por Covid-19

Um estudo com pacientes infectados pela Covid-19 evidenciou que cerca de 15% a 24% deles relataram sintomas gastrointestinais. Saiba mais.

Entrar | Cadastrar