Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Endocrinologia / Mais de 50% dos homens com diabetes têm disfunção erétil
paciente em consulta com medico

Mais de 50% dos homens com diabetes têm disfunção erétil

Esse conteúdo é exclusivo para
usuários do Portal PEBMED.

Tenha acesso ilimitado a todos os artigos, quizzes e casos clínicos do Portal PEBMED.

Faça seu login ou inscreva-se gratuitamente!

Um artigo recente publicado na Diabetic Medicine indica que mais de 50% dos homens com diabetes têm disfunção erétil.

Estudos anteriores já apontaram que transtornos sexuais podem ser comum entre pacientes do sexo masculino com diabetes, mas sua prevalência continua em debate. Pensando nisso, pesquisadores analisaram diversas bases de dados com relatos de disfunção erétil em homens com diabetes mellitus tipo 1 e 2, para avaliar a prevalência desses transtornos.

Os autores realizaram uma meta-análise de 145 estudos (maioria da Europa e Ásia) com 88.577 homens (idade: 55,8 ± 7,9 anos). Em geral, a prevalência de disfunção erétil no diabetes foi de 52,5% (IC de 95%: 48,8 a 56,2) após o ajuste para fatores de confusão, sendo 37,5% no tipo 1, 66,3% no tipo 2 e 57,7% em ambos os tipos de diabetes (p<0,0001).

Em comparação com os controles saudáveis, homens com diabetes apresentaram maior probabilidade de ter disfunção erétil (OR: 3,62, IC de 95%: 2,53 a 5,16; p<0,0001).

Como a disfunção erétil pode ser um sinal de eventos cardiovasculares frequentemente silenciosos que acompanham o diabetes, os pesquisadores sugerem que médicos fiquem atentos para diabetes e doença cardíaca em pacientes com queixas sobre disfunção sexual.

Veja também: ‘Solução tópica a 2% de testosterona aumenta desejo sexual’

Referências:

  • High prevalence of erectile dysfunction in diabetes: a systematic review and meta-analysis of 145 studies. Diabet. Med. DOI: 10.1111/dme.13403
×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.