Monkeypox (varíola do macaco): conheça o novo conteúdo do Whitebook

Monkeypox é o novo conteúdo de Medicina Interna do Whitebook. Conheça a abordagem completa das diretrizes e condutas atualizadas.

Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia a dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica.

Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.

Monkeypox, também conhecida como varíola do(s) macaco(s), chegou ao Whitebook como uma nova categoria em Medicina Interna. Lá, você encontra a abordagem completa sobre o tema, desde o diagnóstico até a terapia, com diretrizes alinhadas à comunidade científica mundial. 

A Monkeypox tem ganhado os holofotes por ser uma nova infecção viral com capacidade pandêmica. As lesões cutâneas chamam a atenção de profissionais com casos localizados em regiões genitais e perianais, o que dificulta o diagnóstico.  

Veja mais: Monkeypox: orientações aos profissionais de saúde 

A especialista em Infectologia e autora do conteúdo no Whitebook, Dra. Raíssa Moraes, explicou a importância de inserir uma categoria para a doença.

“Esse conteúdo foi criado para ajudar na identificação e manejo de possíveis casos de Monkeypox, levando em consideração o que temos de mais novo com relação a essa patologia desde que ela começou a ocorrer em países não endêmicos. Inclusive levando em consideração as diretrizes do Ministério da Saúde.”

Onde encontrar? Medicina Interna > Infectologia > Monkeypox

 

A maior parte das infecções de Monkeypox é assintomática ou leve, com sintomas semelhantes à varíola, mas com menor gravidade na apresentação clínica.  

Os sintomas mais comumente associados podem incluir febre, calafrios, cefaleia intensa, adenopatia, dorsalgia, mialgia e astenia intensa; além das erupções cutâneas tipo rash.  

Outras manifestações podem ser náusea, vômito e disfagia.  

Pacientes imunocomprometidos, menores de oito anos, gestantes ou lactantes são considerados de risco.  

Não deixe de conferir o conteúdo Monkeypox no Whitebook. E continue acompanhando o blog para não perder nenhuma novidade sobre a maior plataforma médica do Brasil! 🙂

Até a próxima!

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão