Saúde Pública

Novo medicamento para tratamento da diarreia do viajante é aprovado

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

A Food and Drug Administration (FDA) aprovou uma nova droga para o tratamento de diarreia no viajante, o Aemcolo (rifamicina). A droga tem como objetivo tratar pacientes adultos com diarreia por cepas não invasivas de Escherichia coli, que não tenha se manifestado com febre ou sangue nas fezes

A eficácia da rifamicina foi demonstrada em ensaio clínico randomizado controlado por placebo em 264 adultos com diarreia dos viajantes na Guatemala e no México. Neste, a rifamicina reduziu significativamente os sintomas de diarreia em comparação com o placebo. As reações adversas mais comuns associadas ao medicamento são cefaleia e constipação.

A rifamicina não tem se mostrado eficaz no tratamento de pacientes com diarreia crônica e diarreia devido a outras patologias diferente das E. coli não invasivas, por isso, não é recomendado para uso em tais pacientes.
Sobre a diarreia dos viajantes.

Leia mais: Qual é o papel dos probióticos na diarreia por antibióticos?

É a doença mais comum relacionada a viagens, afetando cerca de 10 a 40% dos viajantes no mundo todo a cada ano. A diarreia dos viajantes é definida por ter três ou mais fezes não formadas em 24 horas, em uma pessoa que está viajando. É causada por uma variedade de patógenos, mas é mais comumente encontrada em alimentos e água. Os destinos de maior risco estão no Oriente Médio, África, México e América Central e do Sul.

Na maioria das vezes, é benigna e autolimitada. O tratamento antibiótico pode reduzir a duração da diarreia dos viajantes de vários dias para um ou dois dias. No entanto, os benefícios dos antibióticos devem ser pesados ​​contra os riscos potenciais, incluindo efeitos adversos e promoção da resistência bacteriana.

É médico e também quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Autor:

Referências:

Compartilhar
Publicado por
Dayanna de Oliveira Quintanilha
Tags: diarreia

Posts recentes

3 doenças com mais risco na pediatria

Você sabe quais são elas? Neste post do blog, abordamos três. Acesse e saiba os…

9 horas atrás

Farmacogenética: adequando os medicamentos aos genes

A Farmacogenética estuda como as variações presentes no genoma dos indivíduos podem influenciar na resposta…

9 horas atrás

Como diagnosticar IC com FE preservada?

No episódio de hoje em parceria com o Cardiopapers, aprenda como identificar um quadro de…

10 horas atrás

Anvisa determina recolhimento de lotes interditados da CoronaVac

A Anvisa emitiu uma resolução que determina o recolhimento de lotes da CoronaVac que foram…

11 horas atrás

Leucemia linfoblástica aguda (LLA) em adultos: manejo dos efeitos adversos da asparaginase?

A LLA é a neoplasia mais comum na infância e seu tratamento tem altos índices…

12 horas atrás

Nova classificação para complicações relacionadas a cirurgias de retina

O descolamento de retina regmatogênico (DRR) é a emergência relacionada à retina mais comum e…

16 horas atrás