Página Principal > Imunologia > Revisão: medicamentos para lúpus eritematoso discoide
cartelas de medicamentos com audio

Revisão: medicamentos para lúpus eritematoso discoide

Queremos saber a sua opinião! Gostou de ouvir essa notícia em áudio? Clique aqui e responda nossa pesquisa.

Lúpus eritematoso é doença autoimune heterogênea, caracterizada pela produção de auto anticorpos contra vários constituintes celulares. O lúpus eritematoso discoide é uma forma crônica de lúpus cutâneo, que pode causar cicatrizes. Muitos medicamentos são utilizados no tratamento desta doença e alguns (como talidomida, ciclofosfamida e azatioprina) são potencialmente tóxicos.

Recentemente, foi publicada uma atualização de uma revisão da Cochrane lançada pela primeira vez em 2000, e atualizada posteriormente em 2009. O objetivo desta atualização foi avaliar novas informações disponíveis para o tratamento do lúpus eritematoso discoide, já que a eficácia dos medicamentos disponíveis e a forma de como selecionar a terapia mais adequada ainda não está estabelecida.

A atualização da revisão foi realizada até setembro de 2016 nas seguintes bases de dados: Cochrane Skin Specialised Register, CENTRAL, MEDLINE, Embase e LILACS. Foram incluídos ensaios clínicos randomizados que avaliaram medicamentos utilizados no tratamento de lúpus eritematoso discoide de indivíduos de qualquer grupo populacional e gênero.

No total, foram incluídos 5 ensaios envolvendo 197 participantes com idade entre 17 e 82 anos. Nesta atualização foram considerados três novos estudos. Os participantes foram recrutados na Europa, Escandinávia, Irã e Estados Unidos. A maioria das lesões cutâneas foi reportada no rosto, orelha e couro cabeludo, e a duração da doença variou de um mês a 16 anos.

Os tratamentos incluíram esteroides tópicos (fluocinonida e betametasona; e hidrocortisona), hidroxicloroquina oral, acitretina oral, creme de tacrolimo, creme de pimecrolimo e creme de salbutamol.

Em um ensaio envolvendo 78 participantes, o creme de fluocinonida 0,05% demostrou ser quase três vezes mais efetivo do que o creme de hidrocortisona 1% em termos de desaparecimento completo das lesões cutâneas (27% versus 10%). A porcentagem de indivíduos que apresentaram redução de pelo menos 50% das lesões cutâneas eritematosas não foi relatada, nem a satisfação do paciente. A ocorrência de eventos adversos não interrompeu os tratamentos.

Tudo sobre o manejo do lúpus você encontra no Whitebook! Clique aqui e baixe grátis o aplicativo #1 dos médicos brasileiros.

A hidroxicloroquina 400 mg e a acitretina 50 mg parecem funcionar igualmente em termos de desaparecimento completo das lesões cutâneas (50% versus 46%, respectivamente). A melhora acentuada do eritema foi menor no grupo acitretina (42% versus 68%). A satisfação do paciente não foi avaliada.

Os eventos adversos, mais comuns no grupo de acitretina, foram relatados como leves, embora quatro pessoas tenham interrompido o tratamento devido à ocorrência de lábios secos e sintomas gastrointestinais.

Os dois estudos que avaliaram os inibidores da calcineurina (pimecrolimo 1% e tacrolimo 0,1%) e o estudo que avaliou o salbutamol tópico 0,5%, incluíram apenas 61 participantes e não relataram os principais desfechos avaliados na revisão.

A revisão concluiu que o creme de fluocinonida pode ser mais eficaz do que a hidrocortisona na resolução completa das lesões cutâneas. A hidroxicloroquina e a acitretina parecem apresentar eficácia semelhante em termos de resolução completa, embora os eventos adversos possam ser mais frequentes com a acitretina e a melhora do eritema em pelo menos 50% das lesões ocorreu com menor frequência em indivíduos que utilizaram acitretina.

Não foi encontrada evidências robustas sobre outros medicamentos utilizados para tratar LED. Ressalta-se a necessidade de ensaios adicionais de duração suficiente comparando, em particular, esteroides tópicos com outros agentes.

Veja também: ‘Filhos de mães com lúpus podem apresentar maior risco de alergias?’

Autora:

Referência:

  • Jessop S, Whitelaw DA, Grainge MJ, Jayasekera P. Drugs for discoid lupus erythematosus. Cochrane Database of Systematic Reviews 2017, Issue 5. Art. No.: CD002954. DOI: 10.1002/14651858.CD002954.pub3