Leia mais:
Leia mais:
Quantos banhos por dia uma criança com dermatite atópica deve tomar?
Check-up Semanal: hipertensão arterial pulmonar, 10 erros comuns em UTI e mais!
Quando menos é mais: 10 erros comuns em UTI
A UTI e a preservação da voz
Candida auris: estratégias para conter a disseminação [podcast]

A UTI e a preservação da voz

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

No dia 16 de abril celebra-se o dia mundial da voz. A fala é o principal meio de comunicação entre os humanos, sendo de fundamental importância o cuidado e a preservação dela ao longo da vida.

Quando o paciente é internado em uma unidade de terapia intensiva (UTI) ele necessita de cuidados especializados e intervenções avançadas de saúde, cujo principal objetivo dessa internação é a preservação da vida. Entre outras intervenções, a inserção de via aérea avançada é uma das intervenções mais comuns na UTI. Hoje sabe-se que apesar de salvar vidas, a permanência do tubo orotraqueal traz riscos ao paciente, entre eles, lesão permanente de laringe, traqueia e pregas vocais.

Caso clínico: Mononucleose

uti

Atuação da enfermagem

Mas afinal, como a equipe de enfermagem pode contribuir para diminuir os riscos e preservar ao máximo a capacidade vocal dos pacientes submetidos à ventilação mecânica invasiva?

  • Adesão à todas as medidas de prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica;
  • Manutenção do balonete (ou cuff) com pressões entre 18 a 22 mmHg ou 25 a 30 cmH2O, com verificação rotineira da pressão ao menos quatro vezes por dia e antes da higiene oral;
  • Manutenção da fixação segura do TOT ou da traqueostomia;
  • Indicação de traqueostomia precoce a depender do quando:

a. Traqueostomia em até sete dias: vítimas de trauma raquimedular (TRM) de c5 ou superior (lesão inferior a depender do caso); traumatismo cranioencefálico (TCE) com escala de coma de Glasgow <8; trauma fora do sistema nervoso central mas com expectativa de necessidade de VM prolongada;

b. Avaliar em até 14 dias: pacientes clínicos com necessidade de VM. Estudos mostram que traqueostomia em pacientes que necessitam de VM por menos de 30 dias, a traqueostomia não traz benefícios;

c. Pacientes com falha de extubação.

Além desses cuidados é importante a articulação das ações multiprofissionais para diminuir o tempo de ventilação mecânica e acelerar o processo de reabilitação pós-extubação.

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
# Society of Anesthesiologists. Task Force on Management of the Difficult  Airway. Anesthesiology. 2013 # Associação de Medicina Intensiva Brasileira. Diretrizes brasileiras de ventilação mecânica. 2013 # Iggs A, McGrath BA, Goddard C, et al. Difficult Airway Society; Intensive Care Society; Faculty of Intensive Care Medicine; Royal College of Anaesthetists. Guidelines for the management of tracheal intubation in critically ill adults. Br J Anaesth. 2018 # Mota LAA, Cavalho GB, Brito VA. Complicações laringeas por intubação orotraqueal: revisão da literatura. International Archives of Otorhinolaryngology [online]. 2012
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.