Página Principal > Cardiologia > Alimentos e a saúde cardiovascular: o que faz bem?
cesta com morangos

Alimentos e a saúde cardiovascular: o que faz bem?

Os potenciais benefícios cardiovasculares de vários alimentos têm sido estudados, mas nem todos são totalmente compreendidos. Enquanto isso, uma série de dietas e nutrientes têm recebido exposição significativa da mídia como “curas” ou para prevenção de doenças e, principalmente, controle de peso.

Para promover informações precisas para que médicos possam orientar corretamente seus pacientes, o Journal of the American College of Cardiology fez uma revisão do impacto dos alimentos sobre a saúde cardiovascular.

Entre os alimentos que têm benefícios comprovados por estudos para a saúde cardiovascular estão:

  • Azeite extravirgem: reduz eventos cardiovasculares quando consumido em quantidades moderadas
  • Mirtilos e morango: quando consumidos em doses de > 3 porções/semana induzem antioxidantes protetores
  • Nozes: 30g por dia ajuda a evitar ganho de peso
  • Vegetais de folhas verdes: têm propriedades cardio-protetoras quando consumidas diariamente
  • Proteínas vegetais: são mais saudáveis para o coração do que as proteínas animais

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Entre os alimentos que fazem mal à saúde cardiovascular e devem ser limitados/evitados estão:

  • Óleo de coco e azeite de dendê: são ricos em ácidos graxos saturados e aumentam o colesterol
  • Ovos: têm um efeito de aumento de colesterol no soro
  • Sucos de frutas/vegetais com remoção da polpa: aumentam a concentração calórica

Entre os alimentos que as evidências ainda não são conclusivas estão o óleo de girassol, suplementos antioxidantes de alta dose, comidas com glúten e sucos de frutas/vegetais sem remoção da polpa.

Veja abaixo a tabela do Journal of the American College of Cardiology:

tabela nutricional de alimentos
Reprodução/Freeman, AM. et al. J Am Coll Cardiol. 2017;69(9):1172-87

Referências:

  • Trending Cardiovascular Nutrition Controversies. Andrew M. Freeman, Pamela B. Morris, Neal Barnard, Caldwell B. Esselstyn, Emilio Ros, Arthur Agatston, Stephen Devries, James O’Keefe, Michael Miller, Dean Ornish, Kim Williams, Penny Kris-Etherton. Journal of the American College of Cardiology Mar 2017, 69 (9) 1172-1187; DOI: 10.1016/j.jacc.2016.10.086

Um comentário

  1. UBIRATAN ROSA PASSOS

    MEU PAI, MEU AVÔ, MEUS TIOS, MINHA MÃE, TODOS FORAM CRESCERAM COMENDO OVOS E GORDURAS SATURADAS , E QUANTIDADE LIMITADA DE CARBOIDRATOS TODOS OS DIAS. MEU AVÔ FALECEU COM 101 ANOS, MEU PAI COM 96, MINHA MÃE ESTÁ COM 90 ANOS, E MEUS TIOS JÁ PASSARAM DOS 80 ANOS. GENÉTICA? CREIO QUE, EM VIRTUDE DO SURGIMENTO DE VÁRIAS METANÁLISES SEM CONFLITOS DE INTERESSE, HÁ NECESSIDADE DE ESTUDOS MAIS CONCLUSIVOS. O ASSUNTO É POLÊMICO, EMBORA DEVAMOS, POR ENQUANTO, SEGUIR AS ORIENTAÇÕES VIGENTES. CREIO QUE AS DIRETRIZES ATUAIS NÃO TARDARÃO A SOFRER MODIFICAÇÕES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.