Anvisa alerta sobre risco de miocardite e pericardite pós-vacinação com imunizantes de RNAm - PEBMED

Anvisa alerta sobre risco de miocardite e pericardite pós-vacinação com imunizantes de RNAm

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

A Agência Brasileira de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou um comunicado alertando a população e os profissionais da saúde para o risco de ocorrência de miocardite e de pericardite após a vacinação contra Covid-19. Os imunizantes relacionados aos casos são os que usam tecnologia de RNA mensageiro (RNAm), como as vacinas da Pfizer e da Moderna.

Saiba mais: Miocardite após vacina de mRNA contra a Covid-19: o que precisamos saber?

O alerta vem após os Estados Unidos registrarem episódios de miocardite e pericardite em recém-vacinados. Uma análise da agência reguladora americana, a Food and Drug Administration (FDA), sugere que há maiores riscos para a ocorrência dessas reações, principalmente após a aplicação da segunda dose das vacinas. 

Os episódios foram registrados em sua maioria em adolescentes e adultos jovens, predominantemente do sexo masculino e com idade acima dos 16 anos.

Anvisa alerta sobre risco de miocardite e pericardite pós-vacinação com imunizantes com RNAm

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Os sintomas 

Dor no peito, falta de ar, palpitações e/ou alterações de batimentos cardíacos são os sintomas mais comuns de miocardite e pericardite e que devem ser monitorados pelas pessoas vacinadas com as vacinas com RNA mensageiro, como a Pfizer e Moderna, e posteriormente, pelos médicos responsáveis pelo atendimento a elas. 

Leia também: Anafilaxia e outras reações após vacina de mRNA da Moderna contra a Covid-19

A Anvisa destaca que, até o momento, não existem relatos de casos dessas complicações após a vacinação no Brasil. Segundo a agência, a identificação precoce de sintomas e a rapidez no tratamento são aspectos fundamentais para a melhor evolução clínica de pacientes com quadro de miocardite e pericardite. 

Além disso, a agência

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências bibliográficas: 

 

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar