Página Principal > Saúde Pública > Anvisa aprova novos medicamentos para tratamento do câncer
pílulas coloridas empilhadas

Anvisa aprova novos medicamentos para tratamento do câncer

Tempo de leitura: 2 minutos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou recentemente quatro novos medicamentos para o tratamento de câncer: lenalidomida, durvalumabe, olaratumabe e netupitanto associado com palonosetrona. Cada fabricante ficará responsável pelo lançamento dos fármacos no mercado.

Indicações e características

Lenalidomida: é indicada, em combinação com a dexametasona, para o tratamento de pacientes com mieloma múltiplo refratário ou recidivado, que já tenham recebido, pelo menos, um tratamento anterior. Também é indicada para pacientes com anemia dependente de transfusões decorrentes de síndrome mielodisplásica. O fármaco foi registrado na forma de cápsulas nas concentrações de 2,5 mg, 5 mg, 10 mg e 25 mg. A Anvisa definiu regras específicas para o seu controle, pois o medicamento pode provocar malformação congênita grave.

Durvalumabe: aprovado para o tratamento de pacientes com carcinoma urotelial localmente avançado ou metastático, que tiveram progressão da doença durante ou após a quimioterapia à base de platina. Também é indicado para pacientes que tiveram progressão da doença em até 12 meses de tratamento neoadjuvante ou adjuvante com quimioterapia contendo platina.

Olaratumabe: novo produto biológico indicado para pacientes com sarcoma de tecido mole avançado, que não podem fazer radioterapia ou passar por cirurgia e que não foram previamente tratados com antraciclinas.

Netupitanto + palonosetrona: indicado para a prevenção de náuseas e vômitos agudos ou tardios em pacientes na quimioterapia.

Leia também: ‘Anvisa libera vacinação de pacientes em farmácias e drogarias’

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

2 Comentários

  1. jefferson pereira de oliveira

    preciso muito do olaratumabe tenho sarcoma de partes moles,quando estara disponivel pelo SUS faço tratamento no hospital ac camargo.

    • Ana Carolina Pomodoro

      Olá, Jefferson! Infelizmente não temos como responder sua pergunta. Somos um canal para atualização do profissional médico e não dispomos da informação solicitada. Desejamos que consiga obter seu tratamento o mais breve possível. Agradecemos a compreensão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.