Página Principal > Cardiologia > Atorvastatina protege o pé diabético de infecções?
pilulas rosas saindo de caixa de remedio

Atorvastatina protege o pé diabético de infecções?

Tempo de leitura: 2 minutos.

As estatinas possuem propriedades anti-inflamatórias e imunomoduladoras, e estudos recentes sugerem um possível papel na prevenção ou diminuição da morbidade e mortalidade por infecção. Um novo estudo, publicado no Wound, investigou se o uso da atorvastatina protege o pé diabético de infecções.

Para responder essa questão, pesquisadores reuniram 110 pacientes adultos com diagnóstico de pé diabético infectado para o grupo experimental e 123 adultos com diabetes mellitus sem história de pé diabético infectado para o grupo de controle. Os participantes foram classificados como usuários de estatinas ou não-usuários, dependendo do histórico de tratamento com atorvastatina.

A atorvastatina foi utilizada em 49,1% dos casos do grupo experimental e em 66,7% do controle, e mostrou diferença estatisticamente significativa (p = 0,007). A análise de regressão logística também mostrou que o uso prévio de atorvastatina reduziu significativamente o risco de pé diabético infectado (odds ratio = 0,36; intervalo de confiança de 95%: 0,19-0,71; p = 0,003).

Com base nesses achados, os pesquisadores concluíram que a atorvastatina pode ser útil na prevenção do pé diabético infectado.

Veja também: ‘Estatinas: os benefícios são maiores que os riscos?’

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.