Nathália Ribeiro Pinho de Sousa

Residente em Cirurgia Geral pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal da Fronteira Sul ⦁ Especialização Multiprofissional em Atenção Básica em Saúde pela Universidade Federal de Santa Catarina ⦁ Médica pela Universidade Federal do Ceará ⦁ Exerceu cargo de Presidente do Departamento Brasileiro das Ligas Acadêmicas de Cirurgia Cardiovascular ⦁ Foi editora Júnior do Blog do Brazilian Journal of Cardiovascular Surgery ⦁ Desempenhou função de vice-presidente do Departamento Brasileiro das Ligas Acadêmicas de Cirurgia Cardiovascular e de presidente da Liga de Cirurgia Cardiovascular da Universidade Federal do Ceará ⦁ Realizou estágio em Cirurgia Cardíaca na Cleveland Clinic (EUA), Mount Sinai Hospital (EUA), The Heart Hospital at Baylor Plano (EUA), Hôpital Européen Georges Pompidou (França), Herzzentrum Leipzig (Alemanha), Papworth Hospital (Inglaterra), Harefield Hospital (Inglaterra), St. Thomas Hospital (Inglaterra), Manchester Royal Infirmary (Inglaterra), Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre (Brasil) e Hospital São Raimundo (Brasil) ⦁ Realizou estágio de pesquisa no William Harvey Heart Centre (Inglaterra) ⦁ Foi bolsista de Graduação Sanduíche pelo Programa Ciência sem Fronteiras na University of Roehampton, Londres ⦁ Foi bolsista de iniciação científica CNPq, UFC e da FUNCAP do Laboratório de Fisiologia da Inflamação e do Câncer (LAFICA).

Qual o exame mais acurado para avaliação de metástase no câncer papilar de tireoide?

O câncer papilar de tireoide é a principal neoplasia bem diferenciada de tireoide e a presença de MLRC pode ocorrer em cerca de ⅓ dos casos.

ACSCC 2021: Novas perspectivas diagnósticas e terapêuticas no carcinoma hepatocelular 

Carcinoma Hepatocelular é a quarta causa de morte relacionada ao câncer e o diagnóstico precoce aumenta substancialmente a chance de cura.

ACSCC 2021: O velho se fez novo: ressurgimento de herniorrafias inguinais sem uso de telas

O uso de telas em herniorrafias inguinais tem possibilitado reparos livres de tensão, sendo eleita a abordagem da maioria dos cirurgiões.

ACSCC 2021: autonomia do residente, a próxima fronteira da educação cirúrgica 

Uma das mesas redondas inaugurais do ACSCC 2021 abordou uma das temáticas centrais em educação cirúrgica: a autonomia do residente. 

Quais são os fatores de risco para hemorragia digestiva (HD) em pacientes críticos? 

Hemorragia digestiva (HD) em decorrência de úlcera de estresse é uma intercorrência com incidência aumentada em pacientes críticos de CTIs.

Apendicite aguda não complicada: atualizações sobre tratamento 

Foi publicada uma revisão sumarizando a efetividade da cirurgia versus tratamento conservador na apendicite aguda não complicada.

Anemia ferropriva: suplementação de ferro reduz transfusões e tempo de internação 

Estudos analisam a influência da suplementação pré-operatória de ferro sobre resultados cirúrgicos de pacientes com deficiência ferropriva. 

Quais fatores são preditivos de desfecho na cirurgia abdominal do trauma? 

Avanços no tratamento cirúrgico do trauma abdominal, como a abordagem para controle de danos, têm otimizado o desfecho nesses pacientes.

Diagnóstico e manejo da perfuração esofágica no departamento de emergência

Perfuração esofágica (PES) é definida como a disruptura transmural do esôfago em sua porção cervical, torácica ou abdominal. Saiba mais.

O treinamento mental me ajuda a ser um melhor cirurgião? 

Pensando em métodos de aprendizado que supram a necessidade durante o contexto da pandemia o treinamento mental começou a ser utilizado.