Como diagnosticar corretamente a sarcoidose? - PEBMED

Como diagnosticar corretamente a sarcoidose?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

O diagnóstico de sarcoidose é feito pela combinação de características clínicas e resultados de biópsia. As características clínicas da sarcoidose podem ser bastante variáveis. Desenvolvemos um Sarcoidosis Diagnostic Score (SDS) para resumir as características clínicas de pacientes com possível sarcoidose. Baseado nisso, o World Association of Sarcoidosis and Other Granulomatous Disorders (WASOG) elaborou critérios para envolvimento de órgãos como “altamente provável sarcoidose”, “algo provável” e “possível”.

sarcoidose

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Métodos

Pacientes confirmados por biópsia com sarcoidose observados durante um período de sete meses na clínica de sarcoidose da Universidade de Cincinnati foram prospectivamente identificados. Pacientes com não-sarcoidose atendidos na mesma clínica foram utilizados como pacientes controle. Utilizando um instrumento de avaliação de órgãos da Associação Mundial de Sarcoidose e Outros Transtornos Granulomatosos modificados, pontuamos todos os pacientes quanto à presença de biópsia, ≥1 sintoma altamente provável e ≥1 pelo menos provável sintoma para cada área. Dois escores de sarcoidose foram gerados: biópsia de SDS (com biópsia) e SDS clínico (sem biópsia).

Resultados

Os 980 pacientes avaliados foram divididos em duas coortes: um inicial de 600 pacientes (450 com sarcoidose confirmada por biópsia, 150 pacientes controle) para estabelecer valores de corte para biópsia de SDS e um grupo clínico de validação e uma coorte de validação de 380 pacientes (103 pacientes confirmados por biópsia com sarcoidose e 277 pacientes controle).

Leia maisNeurossarcoidose: definição e novo consenso dos critérios diagnósticos

O melhor valor de corte para a biópsia de SDS foi ≥ 6 (sensibilidade de 99,3%; especificidade de 100%). Para o total de 980 pacientes, um SDS clínico ≥ 3 apresentou sensibilidade de 90,6%, especificidade de 88,5% e razão de verossimilhança de 7,9. Um escore clínico SDS ≥ 4 apresentou uma sensibilidade menor (76,9%), mas especificidade mais alta (98,6%).

Conclusões

Para sarcoidose, a presença de características clínicas específicas, especialmente envolvimento de múltiplos órgãos, pode aumentar a certeza do diagnóstico. O sistema de pontuação SDS quantificou as características clínicas consistentes com sarcoidose.

Quer se manter atualizado? Inscreva-se na nossa newsletter e receba toda semana as principais notícias da Medicina no seu e-mail!

Autor:

Referências:

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar