Como eu trato? Curso de atualização em condutas pediátricas em Dermatologia

Meu objetivo é dividir com vocês os conteúdos e novidades do simpósio intitulado “Como eu trato?”. Vamos continuar nosso especial com Dermatologia.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

O departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFRJ realizou, em julho desse ano, o simpósio “Como eu trato?”. O objetivo foi abordar as diversas subespecialidades pediátricas, apresentando quadros clínicos e a abordagem prática, demonstrando as condutas realizadas.

500x120-amarelo

Já falamos sobre os casos apresentados de Alergia/Imunologia, vamos continuar nosso especial com Dermatologia.

  • 1º quadro clínico

O primeiro quadro clínico falava de uma criança de 10 anos com nódulo na pálpebra inferior direita e bochecha do mesmo lado. Foram feitas duas doses de Penicilina G benzatina e uso de Cefalexina ambulatorialmente sem melhora.

O diagnóstico foi fechado como Esporotricose, o nódulo característico é parecido com abscesso com saída de secreção que pode acompanhar o caminho linfático.

O quadro clínico foi focado no tratamento que, como primeira escolha, deve ser feito com Itraconazol 3-5 mg/kg/dia (podendo chegar 6 a 10 mg 12/12h, em maiores de 10 anos 100 a 200 mg/dia com dose máxima de 400mg). Uma alternativa mais barata proposta foi de uma solução saturada de iodeto de K 1,42g/ml (uma gota equivale 0,07g). A dose varia de 1,4 a 5,25g com duração entre 3 a 4 meses de tratamento.

Os pacientes devem ser encaminhados para locais com centro de excelência que aqui no Rio de Janeiro são o IPPMG (UFRJ) e a FIOCRUZ. Os casos não são de notificação compulsória, mas idealmente deveriam ser notificados ao centro de controle de Zoonoses do município ou a Secretaria de Saúde.

  • 2º quadro clínico

O segundo quadro clínico apresentou um recém-nascido com tumoração vinhosa em hemiface de crescimento rápido. O diagnóstico foi de Hemangioma infantil tipo segmentar em fase de proliferação rápida.

A discussão girou em torno do tratamento proposto com propranolol via oral, obtendo resolução completa do quadro. Foram apresentadas evidências de melhor ação do propranolol quando comparado com corticoide e placebo.

O seu início deve ser o mais rápido possível pois ele inibe o crescimento, induz vasoconstricção e regressão, estimula apoptose e diminui a expressão do fator de crescimento do endotélio e expressão dos fibroblastos.

A avaliação inicial do quadro deve passar por uma anamnese e exame físico com atenção para a parte cardiopulmonar com aferição da pressão arterial. O Ecg deve ser solicitado caso tenha alteração na frequência cardíaca ou pais com doenças do tecido conjuntivo.

O tratamento deve ser iniciado com o paciente internado em menores de 8 semanas de idade, prétermos com <48 semanas de idade gestacional corrigida, lactente sem suporte domiciliar(internação social), presença de comorbidades, alterações na glicemia.

A dose preconizada é de 1 a 3 mg/kg/dia em 2 a 3 doses junto com as mamadas. Iniciar 0,5 a 1mg/kg/dia e ir aumentando progressivamente a dose. As principais complicações são hipoglicemia, diarreia, sono agitado e extremidades frias.

  • 3º quadro clínico

O terceiro quadro clínico foi de um lactente de 40 dias de vida com “rash” em região malar com descamação de pavilhão auricular, asa do nariz e boca. O diagnóstico foi de Dermatite Seborreica.

A dinâmica foi voltada para o tratamento proposto com sabonete líquido de piritionato de zinco 1-2 vezes ao dia e com gel creme contendo ciclopirox olamina 2 vezes ao dia. Segundo a palestrante não há diferença entre corticoide tópico de baixa potência e antifúngico tópico, porém o uso de corticoide em face é restrito aos de baixa potência(VII hidrocortisona e dexametasona) uma vez ao dia, no máximo uma semana.

A lavagem frequente e o uso de emolientes no couro cabeludo aceleram a resolução do quadro. Como pode ocorrer recidiva o uso de cremes antifúngicos deve ser preferido aos corticoesteroides.

  • 4º quadro clínico

O quarto quadro clínico foi de uma criança com lesões em couro cabeludo com edema, eritema, exsudativas, crostas hemáticas com áreas de alopécia. O diagnóstico foi de Tínea Capitis Kerion Celsi.

A discussão foi o tratamento que deve sempre ser feito de maneira sistêmica tendo como primeira escolha a Griseofulvina 20 a 25 mg/kg/dia(dose máx 1g/dia), por 6 a 12 semanas administrada uma vez ao dia, junto com alimento gorduroso, só utilizar em maiores de 2 anos.

Como segundo escolha de uso mais raro e secundário temos a Terbinafina 10-20kg 62,5mg/dia, 20-40kg 125mg/dia, >40kg 250mg/dia, longe das refeições. Como orientações gerais foram destacadas:

1 – Avaliar função hepática antes do tratamento e caso ultrapasse 6 semanas
2 – Nunca usar cetoconazol em tratamento prolongado
3 – Em crianças pequenas utilizar o creme muito mais como prevenção
4 – Shampoo antifúngico diminui a transmissão da doença
5 – Não compartilhar adornos, escovas, pentes, bonés
6 – Não dividir a cama e evitar contato corporal
7 – Examinar cuidadosamente os animais de estimação
8 – O afastamento da escola é questionável a palestrante não afasta
9 – O controle de cura é clínico

Amanhã continuaremos com nosso especial, mostrando os quadros clínicos apresentados para Gastroenterologia.

alexandregalvao

250-BANNER5

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique Aqui!

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão