Conheça ferramentas de diagnóstico essenciais para o médico de família

É preciso saber várias informações para que a atuação do Médico de Família seja voltada à população, como morbidades, demografia e saneamento. Entenda:

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Na Estratégia de Saúde da Família, o médico faz parte de uma equipe multidisciplinar que, por definição, atende toda a população residente de um território geográfico específico. Dessa população, é preciso saber várias informações para que a atuação do Médico de Família seja voltada à ela, como morbidades que mais a acometem, demografia, situação de saneamento e peculiaridades do território, aspectos culturais e atores sociais, entre outras.

É esperado que o profissional que inicia em uma nova equipe desconheça a população e a comunidade sob seu cuidado. Algumas ferramentas já validadas podem, então, ajudar nesse processo de reconhecimento das demandas da população e de aspectos frágeis e fortes do território para, assim, a equipe poder planejar as ações de cuidado em saúde.

Abaixo estão alguns exemplos de ferramentas de fácil aplicação nas equipes:

Saúde da família

Diagnóstico de demanda

Essa ferramenta visa pesquisar as morbidades mais prevalentes e o perfil dos usuários que utilizam o serviço. Para essa pesquisa, pode-se buscar tais informações por questionários aplicados aos usuários ou registros prévios (como o prontuário eletrônico) e posteriormente elencar as morbidades mais prevalentes. Realizado dessa maneira, pode ser limitado por imprecisões no registro.

Biomapa

A confecção do biomapa é de grande valia para o diagnóstico situacional da comunidade e requer a participação de pessoas que conheçam o território. Deve envolver os agentes comunitários de saúde, outros membros da equipe e até mesmo moradores da área.

Nessa construção, um mapa do território estudado é apresentado aos participantes, podendo ser uma foto aérea ou um mapa desenhado pelos participantes. A partir desse mapa, os participantes vão apontando áreas importantes pra comunidade, equipamentos sociais, áreas com problemas estruturais e outros locais que entendam como importante.

Leia maisConfira as melhores novidades em medicina de família

A criação do biomapa é um ponto de partida para a reflexão sobre o território, suas dificuldades e potencialidades e posterior criação de planos de ação.

Entrevista rápida participativa

Essa ferramenta é mais complexa do que o diagnóstico de demanda, porém faz um levantamento mais abrangente do perfil da comunidade. Primeiramente, a equipe deve se organizar e fazer um cronograma para a realização da pesquisa, além de decidir o que é preciso saber daquela comunidade.

Para todas as questões levantadas, as informações são obtidas de três maneiras: observacional (o pesquisador vai à campo e conhece o território), por entrevistas de informantes-chave (pessoas influentes e importantes da região estudada) e por registros e dados secundários de fontes confiáveis.

Ao final da coleta de dados, estes são organizados e analisados. É importante que as conclusões tiradas pelas análises dos dados sejam trabalhadas através de planos de ação para a melhoria daquela comunidade.Vale lembrar que as pesquisa devem ser aprovadas pelo Comitê de Ética em Pesquisa antes de sua aplicação.

É médico e quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Referências:

  • BASTOS, G. A. N.; BASTOS, J. P.; CABALLERO, R. M. S. Abordagem Comunitária: diagnóstico de saúde da comunidade. In: GUSSO G.; LOPES, J. M. C. (Org.). Tratado de medicina de família e comunidade: princípios, formação e prática. Porto Alegre: Artmed, 2018. v. 1, p. 305-312.
  • Angélica Ferreira FONSECA, A. F.; CORBO, A. D. O território e o processo saúde-doença. Coleção Educação Profissional e Docência em Saúde: a formação e o trabalho do agente comunitário de saúde. Rio de Janeiro, Fiocruz, 2007. 266 p.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Especialidades