Conheça ferramentas de diagnóstico essenciais para o médico de família

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Na Estratégia de Saúde da Família, o médico faz parte de uma equipe multidisciplinar que, por definição, atende toda a população residente de um território geográfico específico. Dessa população, é preciso saber várias informações para que a atuação do Médico de Família seja voltada à ela, como morbidades que mais a acometem, demografia, situação de saneamento e peculiaridades do território, aspectos culturais e atores sociais, entre outras.

É esperado que o profissional que inicia em uma nova equipe desconheça a população e a comunidade sob seu cuidado. Algumas ferramentas já validadas podem, então, ajudar nesse processo de reconhecimento das demandas da população e de aspectos frágeis e fortes do território para, assim, a equipe poder planejar as ações de cuidado em saúde.

Abaixo estão alguns exemplos de ferramentas de fácil aplicação nas equipes:

Saúde da família

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Diagnóstico de demanda

Essa ferramenta visa pesquisar as morbidades mais prevalentes e o perfil dos usuários que utilizam o serviço. Para essa pesquisa, pode-se buscar tais informações por questionários aplicados aos usuários ou registros prévios (como o prontuário eletrônico) e posteriormente elencar as morbidades mais prevalentes. Realizado dessa maneira, pode ser limitado por imprecisões no registro.

Biomapa

A confecção do biomapa é de grande valia para o diagnóstico situacional da comunidade e requer a participação de pessoas que conheçam o território. Deve envolver os agentes comunitários de saúde, outros membros da equipe e até mesmo moradores da área.

Nessa construção, um mapa do território estudado é apresentado aos participantes, podendo ser uma foto aérea ou um mapa desenhado pelos participantes. A partir desse mapa, os participantes vão apontando áreas importantes pra comunidade, equipamentos sociais, áreas com problemas estruturais e outros locais que entendam como importante.

Leia maisConfira as melhores novidades em medicina de família

A criação do biomapa é um ponto de partida para a reflexão sobre o território, suas dificuldades e potencialidades e posterior criação de planos de ação.

Entrevista rápida participativa

Essa ferramenta é mais complexa do que o diagnóstico de demanda, porém faz um levantamento mais abrangente do perfil da comunidade. Primeiramente, a equipe deve se organizar e fazer um cronograma para a realização da pesquisa, além de decidir o que é preciso saber daquela comunidade.

Para todas as questões levantadas, as informações são obtidas de três maneiras: observacional (o pesquisador vai à campo e conhece o território), por entrevistas de informantes-chave (pessoas influentes e importantes da região estudada) e por registros e dados secundários de fontes confiáveis.

Ao final da coleta de dados, estes são organizados e analisados. É importante que as conclusões tiradas pelas análises dos dados sejam trabalhadas através de planos de ação para a melhoria daquela comunidade.Vale lembrar que as pesquisa devem ser aprovadas pelo Comitê de Ética em Pesquisa antes de sua aplicação.

É médico e quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Autor:

Referências:

  • BASTOS, G. A. N.; BASTOS, J. P.; CABALLERO, R. M. S. Abordagem Comunitária: diagnóstico de saúde da comunidade. In: GUSSO G.; LOPES, J. M. C. (Org.). Tratado de medicina de família e comunidade: princípios, formação e prática. Porto Alegre: Artmed, 2018. v. 1, p. 305-312.
  • Angélica Ferreira FONSECA, A. F.; CORBO, A. D. O território e o processo saúde-doença. Coleção Educação Profissional e Docência em Saúde: a formação e o trabalho do agente comunitário de saúde. Rio de Janeiro, Fiocruz, 2007. 266 p.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar