Página Principal > Colunistas > Consultório do futuro: já pensou em apostar nessa tendência?
medico em seu consultorio

Consultório do futuro: já pensou em apostar nessa tendência?

Tempo de leitura: 2 minutos.

Você já ouviu falar em economia compartilhada ou consumo colaborativo? São dois modelos inovadores e que estão revolucionando o comportamento da sociedade, abrindo novas oportunidades para diversos profissionais e alterando as concepções do mercado mundial.

Um levantamento realizado no Brasil pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) revela que as modalidades de consumo colaborativo mais conhecidas e utilizadas pelos brasileiros são o aluguel de casas e apartamentos em contato direto com o proprietário (40%), caronas para o trabalho ou faculdade (39%) e aluguel de roupas (31%).

Ainda segundo a pesquisa, 79% dos brasileiros concordam que o consumo colaborativo torna a vida mais fácil e funcional e 68% se imaginam participando de práticas nesse sentido em no máximo dois anos. Esses dados mostram que esse modelo de negócio tem potencial para crescer ainda mais.

No Brasil, por exemplo, estabelecer um consultório próprio requer fôlego financeiro e dedicação a longo prazo, o que quase nunca é um processo simples. Por isso, alguns profissionais de saúde já começaram a investir na prática dos modelos colaborativos e se estabelecem em espaços completamente compartilhados, o que proporciona:

  • Uma infraestrutura completa;
  • Flexibilidade para criar a agenda de consultas;
  • Vantagem financeira, pois o profissional só paga pelos minutos que durarem as consultas (pay-per-use);
  • Acesso a imóveis com padrão e design elevado;
  • Além de trocar experiências e indicações de pacientes com outros especialistas.

O perfil do profissional da área mudou e o que ele procura são soluções que sejam mais acessíveis do que um consultório fixo e proporcionem uma maior autonomia nos negócios. Felizmente, a economia tem acompanhado a mudança de comportamento dos profissionais dos mais diversos setores e, com isso, essas pessoas ganham a oportunidade de apostar em modelos que facilitam suas vidas.

A tendência é uma só: consultórios cada vez mais integrados aos espaços compartilhados e que possuam o propósito de proporcionar ao paciente uma experiência única de atendimento em toda a jornada, desde o agendamento, seja ele online ou com secretária personalizada, até o pagamento final.

Acredito ser importante ficar de olho nesse movimento de mercado e, se tiver uma oportunidade, conhecer esses espaços. Só assim será possível entender todas as sensações e impactos que esses locais oferecem, tanto sob a ótica dos  profissionais de saúde quanto dos pacientes.

*Artigo escrito por Claudio Mifano, CEO e co-fundador da Livance, solução de consultório flexível para os profissionais da área da saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.