Página Principal > Endocrinologia > Controle glicêmico rígido em gestantes com DM1 pode melhorar os desfechos clínicos

Controle glicêmico rígido em gestantes com DM1 pode melhorar os desfechos clínicos

Tempo de leitura: 2 minutos.

Em novo artigo publicado no The Lancet, pesquisadores examinaram a eficácia do controle glicêmico rígido em pacientes grávidas com diabetes tipo 1 (DM1) nos desfechos na saúde obstétrica e neonatal.

Para esse estudo multicêntrico, aberto, randomizado e controlado, pesquisadores recrutaram mulheres de 18 a 40 anos com DM1 que estavam recebendo terapia intensiva com insulina, por um período mínimo de 12 meses. As participantes estavam grávidas (≤ 13 semanas e 6 dias de gestação) ou planejavam engravidar, e eram de 31 hospitais no Canadá, Inglaterra, Escócia, Espanha, Itália, Irlanda e EUA.

No total, 325 mulheres foram randomizadas para controle da glicose padrão ou rígido. As participantes receberam instruções sobre como usar suas medidas para ajustar a dose de insulina.

Veja também: ’10 fatos que você precisa saber sobre o controle glicêmico intra-hospitalar’

No grupo de controle glicêmico rígido, o nível médio de hemoglobina glicosilada (HbA1c) entre o período de recrutamento e a 34ª semanas de gestação diminuiu significativamente mais do que com controle padrão (-0,54 versus -0,35). Os pesquisadores não encontraram nenhum benefício aparente do controle glicêmico rígido em mulheres planejando a gravidez.

Os resultados de saúde neonatal foram significativamente melhores no grupo de controle rígido, com menos admissões a cuidados intensivos neonatais com duração superior a 24 horas (0,48: 0,26 a 0,86; p = 0,0157), menor incidência de hipoglicemia neonatal (0,45; 0,22 a 0,89; p = 0,0250) e um dia mais curto de duração na internação (p = 0,0091). Ocorreram eventos adversos em 51 (48%) participantes do grupo de controle rígido e 43 (40%) do grupo controle.

Para os pesquisadores, esses achados apoiam o controle glicêmico rígido em todas as pacientes grávidas com DM1. Leia o estudo na íntegra nesse link.

E mais: ‘InsulinAPP – o controle glicêmico do seu paciente nas suas mãos’

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.