Leia mais:
Leia mais:
Doenças mentais pós-pandemia: o que podemos fazer enquanto enfermeiros?
Terapia de reposição hormonal diminui o risco de demência?
Entrevista com especialista: suicídio na pandemia
Podcast Integrado: prevenção ao Suicídio: como detectar fatores de risco? [podcast]
Quiz sobre depressão

Demência associada à depressão diminui com o uso de antidepressivos?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Queremos saber a sua opinião! Gostou de ouvir essa notícia em áudio? Clique aqui e responda nossa pesquisa.

A depressão é um fator de risco aceito para a demência, mas ainda não está claro se essa relação é causal. Um novo estudo Translational Psychiatry investigou se a demência associada à depressão diminui com o uso de antidepressivos e é independente do tempo entre a exposição à depressão e o início da demência.

Através de um sistema australiano de ligação de dados, pesquisadores seguiram 4.922 homens com idades entre 71 e 89 anos, inicialmente sem comprometimento cognitivo clinicamente significativo, entre 2001-2004 e junho de 2015.

Foram coletadas informações sobre história de depressão passada, depressão atual e gravidade de sintomas depressivos, uso de antidepressivos, idade, educação, tabagismo e história de diabetes, hipertensão, doença coronária e acidente vascular cerebral (AVC).

Um total de 682 homens apresentaram depressão passada (n = 388) ou atual (n = 294). Durante o seguimento de 8,9 anos, 903 (18,3%) desenvolveram demência e 1.884 (38,3%) morreram sem demência. Os sub-hazard ratios (SHRs) da demência para homens com depressão passada e atual foram 1,3 (intervalo de confiança [IC] de 95%: 1,0, 1,6) e 1,5 (IC de 95%: 1,2, 2,0). O uso de antidepressivos não diminuiu esse risco.

Em comparação com homens sem sintomas, os SHRs de demência associados a sintomas depressivos questionáveis, leve a moderados e graves foram 1,2 (IC de 95%:1,0, 1,4), 1,7 (IC de 95%: 1,4, 2,2) e 2,1 (IC de 95%: 1,4, 3,2), respectivamente.

Pelos resultados, os pesquisadores concluíram que a associação entre depressão e demência foi aparente apenas nos primeiros 5 anos de seguimento. Os homens mais velhos com história de depressão estão em maior risco de desenvolver demência, mas a depressão é mais provavelmente um marcador de demência incipiente do que um fator de risco verdadeiramente modificável.

Quer receber diariamente notícias médicas no seu WhatsApp? Cadastre-se aqui!

Referências:

  • Almeida OP et al. Depression as a modifiable factor to decrease the risk of dementia. Transl Psychiatry 2017 May 2; 7:e1117. (https://dx.doi.org/10.1038/tp.2017.90)
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.