Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho

O dia 27 de julho é um marco para que possamos refletir sobre as diversas ações em prol da prevenção de acidentes nos ambientes de trabalho.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

O dia 27 de julho não deve ser visto simplesmente como uma data comemorativa, mas sim um marco para que possamos refletir sobre as diversas ações em prol da prevenção de acidentes nos ambientes de trabalho, no intuito de promover mais saúde e segurança aos trabalhadores de diversos ramos. Este ano completamos 50 anos da criação do dia Nacional de Prevenção de acidentes de trabalho.

Segundo dados do Observatório de Segurança e Saúde no trabalho, em 2020, foram notificados 46,9 mil acidentes de trabalho no Brasil de trabalhadores com vínculo empregatício regular. No mundo, estamos em 5º lugar no ranking de registro de acidentes e em 4º lugar em mortes durante as atividades laborais. Porém, de acordo com alguns estudos nacionais, há de 80 a 90% de subnotificação, e metade dos trabalhadores do país pertencem ao mercado informal, logo, não são contabilizados nesses números.

Leia também: Quiz: Teste seus conhecimentos sobre acidente de trabalho

Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho

O problema da subnotificação

No Brasil, os números de acidentes de trabalho são notificados através do banco de dados da Previdência social, entretanto, temos um problema:  esse sistema foi desenvolvido com o objetivo de concessão de benefícios, auxílios-doença. Desta forma, podemos imaginar que não é um sistema preparado para estimar o risco de acidentes, mortes de trabalhadores, e por isso não demonstra uma estatística real de acidentes e mortes de trabalhadores no país.

O problema de subnotificações pode ainda tornar-se mais complexo. Pois para realizar a notificação de acidentes é necessário a abertura da comunicação de acidente de trabalho (CAT) por parte das empresas ou do próprio trabalhador, e muitas vezes, mesmo havendo obrigatoriedade, essa notificação não é realizada pelos empregadores e nem o trabalhador denuncia a má conduta por medo de sofrer retaliação.

Portanto, infelizmente os números não refletem verdadeiramente as condições reais dos ambientes de trabalho, e devemos refletir sobre o quão relevante é promovermos cada vez mais ações e políticas para proteger os direitos e a saúde dos trabalhadores.

Mas como o ambiente de trabalho pode determinar a saúde ou adoecimento das pessoas?

Com a crescente globalização e mudanças constantes no mundo do trabalho, notamos que diversos fatores contribuem negativamente na saúde e segurança de trabalhadores, tanto no aspecto físico quanto mental. Os impactos das más condições dos ambientes de trabalho incidem diretamente na qualidade de vida dos trabalhadores, como por exemplo: aumento da carga emocional, estresse, mudanças nas jornadas de trabalho, perdas de direitos trabalhistas, pressão por parte da gestão para alcance de metas e aumento da produtividade, ambientes físicos inapropriados, falta de equipamentos individuais e coletivos de segurança, entre outros.

Assim, é necessária uma visão ampla para compreensão de todas as dimensões da relação entre o trabalho e a saúde do trabalhador, e analisar não somente as consequências mas sim as verdadeiras causas que podem contribuir para o adoecimento dos trabalhadores.

Saiba mais: Quiz: Você sabe qual o papel da enfermagem do trabalho nas organizações?

O que é acidente de trabalho

É aquele que acontece por causas não naturais durante atuação profissional no ambiente laboral ou no trajeto entre a residência e o local de trabalho, ou a serviço do empregador, resultando em lesão corporal e funcional que pode gerar perda ou redução temporária ou permanente na capacidade para o trabalho ou até mesmo o óbito. Algumas doenças relacionadas ao trabalho podem ser classificadas como acidente de trabalho.

Principais causas de acidentes de trabalho no Brasil:

  • Quedas;
  • Cansaço e falta de atenção;
  • Equipamentos inadequados;
  • Atividades com repetições de movimentos;
  • Estresse;
  • Não uso de EPIs;
  • Falta de fiscalização.

Algumas dicas importantes para prevenção de acidentes:

  • Não obstrua o acesso aos equipamentos de emergências;
  • Informe imediatamente sobre a ocorrência de incidentes, para que se possa corrigir o problema e evitar futuros acidentes;
  • Caso a atividade ofereça algum tipo de risco, não a execute se não estiver habilitado para fazê-la;
  • Utilize os Equipamentos de Proteção Individual (EPI);
  • Mantenha áreas de circulação desobstruídas;
  • Não improvise ferramentas. Solicite a compra de recursos materiais adequados à atividade;
  • Oriente os novos trabalhadores sobre os riscos das atividades através de treinamentos;
  • Não retire os Equipamentos de Proteção Coletiva das máquinas e equipamentos.
  • Não realize nenhuma atividade com pressa. Isso lhe expõe a um nível de risco maior.
  • Sempre confira seu equipamento de trabalho antes de iniciar suas atividades.

Quer saber mais sobre assuntos relacionados aos cuidados com a Saúde do Trabalhador? Acesse a categoria Enfermagem do Trabalho no app do Nursebook e aproveite!

Autoria:

Brenda Almeida
Enfermeira bacharel e licenciada pela Universidade Federal Fluminense (RJ) ▪︎ Doutoranda em Saúde Pública e Meio Ambiente pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca – Fiocruz (RJ) ▪︎ Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Espírito Santo ▪︎ Especialista em Enfermagem do trabalho pela Uninter ▪︎ Especialista em Preceptoria no SUS pelo Instituto de Pesquisa Sírio Libanês.

Rafael Polakiewicz
Doutorando em Ciências do Cuidado em Saúde (UFF), Mestre em Ciências do Cuidado em Saúde (UFF) e Especialista em Atenção Psicossocial.

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Especialidades

# Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Notificação de acidentes do trabalho fatais, graves e com crianças e adolescentes / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2006. # Ministério do Trabalho e Previdência (BR). Saúde e Segurança do Trabalhador. Dados de acidentes do trabalho. Governo Federal. 31 março 2022. Disponível em: < https://www.gov.br/trabalho-e-previdencia/pt-br/assuntos/previdencia-social/saude-e-seguranca-do-trabalhador/dados-de-acidentes-do-trabalho>. # Gonçalves SBB, Sakae TM, Magajewski FL. Prevalence and factors associated with work accidents in a metal-mechanic company. Rev Bras Med Trab. 2018;16(1):26-35. # Galdino A, et al. Fatores associados à qualidade de registros de acidentes de trabalho no Sistema de Informações sobre Mortalidade no Brasil. Cad. Saúde Pública 2020; 36(1):e00218318. Disponível em: http://cadernos.ensp.fiocruz.br/static//arquivo/1678-4464-csp-36-01-e00218318.pdf.