Página Principal > Neurologia > Distrofia muscular de Duchenne: principais recomendações do Consenso Brasileiro

Distrofia muscular de Duchenne: principais recomendações do Consenso Brasileiro

Tempo de leitura: 1 minuto.

Em publicação recente, pesquisadores brasileiros elaboraram um Consenso Nacional atualizado com as últimas evidências disponíveis sobre diagnóstico, corticoterapia e perspectivas para a distrofia muscular de Duchenne (DMD). As principais recomendações são:

1) Testes genéticos devem ser a primeira linha para confirmação de casos suspeitos;

2) Pacientes com diagnóstico de DMD devem receber corticosteroides;

3) Os primeiros estudos com foco em terapia com corticosteroides para meninos com DMD demonstraram que a prednisona, em uma dose diária de 0,75 mg/kg, pode atingir efeitos substanciais na função motora em um período de 6 meses. Estudos posteriores demonstraram que diferentes fármacos com uma dose equivalente apresentaram efeitos semelhantes: prednisona ou prednisolona 0,75 mg/kg por dia ou deflazacort 0,9 a 1 mg/kg diariamente;

4) Todos os pacientes devem permanecer na terapia com corticosteroides, desde que não haja efeitos colaterais suficientemente graves para justificar sua interrupção;

5) Por enquanto, a falta de publicações de resultados dos ensaios clínicos de fase 3 dificulta recomendações de uso medicamentos que “saltam exons” ou “passam” por código de parada prematura.

Leia todas as recomendações nesse link.

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.