Eczema crônico aumenta risco cardiovascular em adultos? - PEBMED

Eczema crônico aumenta risco cardiovascular em adultos?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

O eczema atópico afeta cerca de 10% dos adultos e está se tornando cada vez mais comum em todo o mundo. Em novo estudo, pesquisadores investigaram se adultos com eczema têm um risco aumentado de doença cardiovascular e se esse risco varia de acordo com a gravidade e a atividade da condição ao longo do tempo. Os resultados foram publicados em abril no British Medical Journal (BMJ).

Para esse estudo de coorte, foram utilizados dados do sistema de saúde do Reino Unido, entre 1998 e 2015. Os participantes foram adultos com diagnóstico de eczema atópico (n = 387.439), pareados (idade, sexo, etc) com até cinco controles saudáveis (n = 1.528.477). Os desfechos cardiovasculares analisados incluíram infarto do miocárdio, angina instável, insuficiência cardíaca, fibrilação atrial, acidente vascular cerebral e morte cardiovascular.

A mediana de idade dos participantes foi de 43 anos na entrada da coorte e 66% eram do sexo feminino. O follow-up médio foi de 5,1 anos.

Bateu uma dúvida? O Whitebook refresca sua memória com conteúdos atualizados. Baixe aqui o nosso app.

hipertensão resistente

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Eczema e risco cardiovascular

Pesquisadores encontraram evidências de risco aumentado de 10 a 20% para os desfechos primários não-fatais em pacientes com eczema atópico. Foi encontrada também uma forte relação dose-resposta com a gravidade da condição.

Pacientes com eczema grave apresentaram um aumento de 20% no risco de acidente vascular cerebral (RR = 1,22, IC de 99% 1,01 a 1,48), de 40% a 50% no risco de infarto do miocárdio, angina instável, fibrilação atrial e morte cardiovascular e de 70% no risco de insuficiência cardíaca (RR = 1,69, IC de 99%: 1,38 a 2,06). Pacientes com eczema atópico mais ativo (ativo por > 50% do follow-up) também apresentaram maior risco de desfechos cardiovasculares.

Pelos achados, os pesquisadores concluíram que o eczema crônico pode estar associado a um aumento no risco de desfechos cardiovasculares. Por isso, o direcionamento de estratégias de prevenção de doenças cardiovasculares entre esses pacientes deve ser considerado.

Exposição precoce a antibióticos aumenta risco para rinite e eczema

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED.

Referências:

  • Silverwood Richard J, Forbes Harriet J, Abuabara Katrina, Ascott Anna, Schmidt Morten, Schmidt Sigrún A J et al. Severe and predominantly active atopic eczema in adulthood and long term risk of cardiovascular disease: population based cohort study BMJ 2018; 361 :k1786

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar