Emergências médicas em voos comerciais, o que fazer?

Alguma vez você já esteve em um voo comercial e ouviu a comissária chamando ao alto falante: “Tem algum médico que poderia nos ajudar?”. Muitos médicos já vivenciaram essa situação e muitos que não vivenciaram ao menos temeram passar por esse fatídico momento. A principal preocupação da maioria dos médicos é ter de lidar com …

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

250-BANNER3Alguma vez você já esteve em um voo comercial e ouviu a comissária chamando ao alto falante: “Tem algum médico que poderia nos ajudar?”. Muitos médicos já vivenciaram essa situação e muitos que não vivenciaram ao menos temeram passar por esse fatídico momento. A principal preocupação da maioria dos médicos é ter de lidar com uma situação de risco de morte a 10.000 metros de altitude em um ambiente sem o suporte adequado ao atendimento de emergência.

Uma análise de 12.000 emergências em voos comerciais, entre 2008 e 2010, publicada em 2013 no NEJM, apontou dados interessantes:

  • A incidência média é de 1 evento médico para cada 600 voos ou 16 eventos para cada 1 milhão de passageiros;
  • Lipotimia e síncope foram os eventos mais comuns, representando juntos 37,4%;
  • Desconforto respiratório representou 12,5% dos casos;
  • Náuseas e vômitos representaram 10%;
  • Desconforto cardiovascular representou 7%;
  • Crise convulsiva representou 6%;
  • Reações alérgicas e agitação representaram 2% dos casos cada uma.

Os dois eventos mais graves listados foram Infarto Agudo do Miocárdio e Emergências Obstétricas, porém, estes representaram apenas 1% somados.

O kit de primeiros socorros disponível dentro dos aviões comerciais é composta por medicamentos de uso oral e injetável como: anti-histamínicos, epinefrina, analgésicos, anticonvulsivantes, broncodilatadores, corticoides, diuréticos, AAS, beta bloqueadores, entre outros.             Ainda encontram-se disponíveis soluções cristaloides e glicosadas, bem como materiais para exame físico e realização de procedimentos. A mesma pesquisa revelou que oxigênio, soro fisiológico e aspirina foram os recursos mais utilizados. O DEA foi utilizado em 137 pacientes, porém, o choque foi administrado apenas 5 vezes pela máquina.

A maioria dos casos foram episódios de mal estar relacionados a ansiedade. Sendo que, nestes casos, apenas a conversa entre o médico e o passageiro, avaliação inicial e o uso da experiência pessoal, foram o suficiente para contornar os casos.

É fundamental sempre conversar com a equipe de bordo, relatar ao piloto a situação e os riscos, e, algumas vezes, conversar com a equipe em terra para definir a necessidade de um pouso imediato.

500x250-banner1

Muito médicos temem processos por atenderem emergências em voos, porém a “Lei do Bom Samaritano” (aplicável aos EUA) protege médicos nessas situações de ambiente extremo. Exceto, é claro, em casos de erros grosseiros.

O mais importante é definir sua disposição e preparo em poder auxiliar o passageiro neste momento. Qualquer ajuda pode ser o suficiente para resolver esta situação e trazer a tranquilidade a todos os presentes no voo.

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão