Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Gastroenterologia / Endoscopia é tão eficaz quanto cirurgia na necrose pancreática infectada?
médico trabalhando na sala de cirurgia

Endoscopia é tão eficaz quanto cirurgia na necrose pancreática infectada?

Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Para continuar lendo, faça seu login ou inscreva-se gratuitamente.

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

Tempo de leitura: < 1 minutos.

A necrose pancreática infectada é uma doença potencialmente letal e uma indicação para a intervenção invasiva. Em artigo do Lancet, pesquisadores compararam a eficácia da endoscopia em relação à cirurgia.

Para esse estudo multicêntrico, randomizado e de superioridade, os autores recrutaram adultos com necrose pancreática infectada e indicação de intervenção invasiva de 19 hospitais na Holanda, entre 2011 e 2015. Os pacientes foram randomizados para a abordagem endoscópica ou cirúrgica.

A abordagem endoscópica consistiu de drenagem endoscópica seguida, se necessário, por necrosectomia endoscópica. A abordagem cirúrgica consistiu de drenagem percutânea por cateter seguida, se necessário, por desbridamento retroperitonial vídeo-assistido. O desfecho primário foi um composto de grandes complicações ou morte durante o follow-up de seis meses.

Noventa e oito pacientes foram selecionados; 51 randomizados para abordagem endoscópica e 47 para abordagem cirúrgica. O desfecho primário ocorreu em 22 (43%) de 51 pacientes no grupo da endoscopia e em 21 (45%) de 47 pacientes no grupo da cirurgia (razão de risco [RR] = 0,97; IC de 95%: 0,62 a 1,51; p = 0; 88).

A mortalidade e as complicações não diferiram entre os grupos: 9 (18%) pacientes no grupo da endoscopia e 6 (13%) pacientes no grupo cirúrgico (RR = 1,38; IC de 95%: 0,53 a 3,59; p = 0,50). A taxa de fístulas pancreáticas e o tempo de permanência hospitalar foram menores no grupo de endoscopia.

Pelos achados, os pesquisadores concluíram que, em pacientes com necrose pancreática infectada, endoscopia é tão eficaz quanto cirurgia na redução de complicações e mortalidade.

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.