Página Principal > Reumatologia > Exercícios melhoram função em pessoas com osteoartrite da mão?
idosa com braço dolorido

Exercícios melhoram função em pessoas com osteoartrite da mão?

Tempo de leitura: 3 minutos.

A osteoartrite da mão é uma doença articular prevalente na população adulta que pode levar à dor, rigidez e problemas na realização de atividades diárias relacionadas à mão. Sua prevalência aumenta com a idade, e mais mulheres do que homens são afetadas.

Um efeito positivo do exercício na osteoartrite do quadril e do joelho é estabelecido, entretanto o efeito do exercício na osteoartrite da mão permanece incerto. Atualmente, nenhuma cura para osteoartrite da mão é conhecida, e as modalidades não farmacológicas são recomendadas como cuidados de primeira linha.

Veja mais: ‘Osteoartrite nas mãos: você conhece os riscos?’

Uma revisão publicada recentemente pela Cochrane Database of Systematic Reviews avaliou os benefícios e os prejuízos do exercício em indivíduos com osteoartrite da mão.

Seis bases de dados eletrônicas foram avaliadas para a revisão sistemática até setembro de 2015, sendo incluídos todos os ensaios clínicos randomizados que compararam o exercício terapêutico versus nenhum exercício ou diferentes programas de exercício. A terapia do exercício foi definida como intervenções que visaram a força muscular, mobilidade das articulações, treinamento em estabilidade articular ou a combinação destes objetivos.

No total, foram incluídos sete estudos na revisão que contemplaram 534 participantes, sendo a maioria participantes do sexo feminino. Dois estudos foram realizados no Reino Unido, dois na Noruega, dois nos EUA e um no Brasil. As evidências foram classificadas como qualidade baixa.

Para a dor, a evidência de cinco ensaios (n=381 participantes) indicou que o exercício reduziu a dor nas mãos. A redução absoluta da dor para o grupo que realizou exercício, em comparação ao grupo controle, foi de 5% (1% a 9%) em uma escala de 0 a 10 pontos. A dor foi estimada em 3,9 pontos nesta escala (0=sem dor) no grupo controle e o exercício reduziu a dor em 0,5 pontos (intervalo de confiança [IC] de 95%: 0,1 a 0,9).

Em relação à função da mão, quatro estudos (n=369 participantes) indicaram que o exercício melhorou a função. A melhora absoluta observada no grupo de exercícios, em comparação ao grupo controle, foi de 6% (0,4% piorando para 13% de melhora). A função foi estimada em 14,5 pontos em uma escala de 0 a 36 pontos (0=sem incapacidade física) no grupo controle e o exercício melhorou a função em 2,2 pontos (IC 95%: 0,2 a 4,6).

O Whitebook tem tudo que você precisa saber sobre o manejo da osteoartrite da mão. Baixe agora nosso app, é grátis!

Apenas um estudo (n=113 participantes) avaliou a qualidade de vida, e o efeito do exercício sobre a qualidade de vida é atualmente incerto. A melhora absoluta na qualidade de vida para o grupo que realizou exercícios, em comparação com o grupo controle, foi de 0,3% (4% piorando para 4% de melhora). A qualidade de vida foi de 50,4 pontos em uma escala de 0 a 100 pontos (100=qualidade máxima de vida) no grupo controle e o escore médio no grupo de exercícios foi 0,3 ponto maior.

O exercício também reduziu a rigidez das articulações dos dedos. A redução absoluta da rigidez da articulação do dedo para o grupo que realizou exercícios, em comparação com o grupo controle, foi de 7% (3% a 10%). A rigidez da articulação do dedo foi estimada em 4,5 pontos em uma escala de 0 a 10 pontos (0=sem rigidez) no grupo de controle, e o exercício melhorou a rigidez em 0,7 pontos (IC 95%: 0,3 a 1,0).

Em relação à segurança, três estudos relataram eventos adversos, que foram poucos e não eram sérios.

Ressalta-se que as intervenções com exercício visaram melhorar a força muscular e estabilidade ou função das articulações, mas os números e tipos de exercícios variaram amplamente em todos os estudos.

De um modo geral, as evidências de baixa qualidade mostraram efeitos benéficos pequenos, sugerindo que o exercício reduz a dor nas mãos e a rigidez das articulações dos dedos e melhora a função da mão entre as pessoas com osteoartrite da mão.

Veja também: ‘Osteoartrite: uso racional dos métodos de imagem’

Autora:

Revisado por:

Referências:

  • ØsteråsN, Kjeken I, SmedslundG,Moe RH, Slatkowsky-Christensen B,UhligT,HagenKB. Exercise for hand osteoarthritis. Cochrane Database of Systematic Reviews 2017, Issue 1. Art. No.: CD010388. DOI: 10.1002/14651858.CD010388.pub2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.