Folhas verdes contra o declínio cognitivo?

Em novo artigo da Neurology, pesquisadores realizaram um estudo para investigar as relações individuais dos nutrientes primários e bioativos em vegetais de folhas verdes com o declínio cognitivo.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Em novo artigo da Neurology, pesquisadores realizaram um estudo para investigar as relações individuais dos nutrientes primários e bioativos em vegetais de folhas verdes, incluindo vitamina K (filoquinona), luteína, betacaroteno, nitrato, folato, kaempferol e alfa-tocoferol, com o declínio cognitivo.

Esse estudo, que foi prospectivo, contou com 960 participantes do projeto Memory and Aging, com idades entre 58 e 99 anos, que completaram um questionário de frequência alimentar e tiveram duas ou mais avaliações cognitivas em um média de 4,7 anos.

Após o ajuste para idade, sexo, educação, participação em atividades cognitivas, atividades físicas, tabagismo e consumo de frutos do mar e álcool, o consumo de vegetais de folhas verdes foi associado a um declínio cognitivo mais lento; a taxa de declínio para aqueles no quintil mais alto de ingestão (média de 1,3 porções/dia) foi mais lenta em β = 0,05 unidades padronizadas (p = 0,0001) ou o equivalente a ter 11 anos a menos.

As ingestões mais altas de cada um dos nutrientes e bioativos, exceto o betacaroteno, foram individualmente associadas a um declínio cognitivo mais lento. Nos modelos ajustados, as taxas para os quintis mais altos versus os mais baixos de ingestão foram:

  • β = 0,02, p = 0,002 para a filoquinona;
  • β = 0,04, p = 0,002 para a luteína;
  • β = 0,05, p <0,001 para folato;
  • β = 0,03, p = 0,02 para alfa-tocoferol;
  • β = 0,04, p = 0,002 para nitrato;
  • β = 0,04, p = 0,003 para kaempferol;
  • e β = 0,02, p = 0,08 para betacaroteno.

Pelos achados, os pesquisadores concluíram que o consumo de aproximadamente uma porção por dia de vegetais de folhas verdes e alimentos ricos em filoquinona, luteína, nitrato, folato, alfa-tocoferol e kaempferol pode ajudar a diminuir o declínio cognitivo com o envelhecimento.

PODCAST da PEBMED: ‘Comprometimento cognitivo leve – tudo que você precisa saber’

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • Nutrients and bioactives in green leafy vegetables and cognitive decline. Martha Clare Morris, Yamin Wang, Lisa L. Barnes, David A. Bennett, Bess Dawson-Hughes, Sarah L. Booth. Neurology Dec 2017, 10.1212/WNL.0000000000004815; DOI: 10.1212/WNL.0000000000004815
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Especialidades