Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Cardiologia / Fumar em baixa intensidade também aumenta risco de mortalidade?

Fumar em baixa intensidade também aumenta risco de mortalidade?

Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Tenha acesso ilimitado a todos os artigos, quizzes e casos clínicos do Portal PEBMED.

Faça seu login ou inscreva-se gratuitamente!

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

Fumar em baixa intensidade (< 1 ou 1-10 cigarros por dia) aumenta o risco de mortalidade? Foi o que um grupo de pesquisadores investigou em estudo publicado esse mês no JAMA.

500x120-rosa

Os efeitos de fumar apenas alguns cigarros ao longo da vida são menos compreendidos do que os efeitos do fumo mais pesado, embora muitos fumantes acreditam que seu nível é modesto.

Em um estudo prospectivo de coorte com 290.215 adultos (57,9% homens), idades entre 59 e 82 anos, pesquisadores coletaram dados sobre o histórico de tabagismo dos participantes, através de um questionário. HRs e ICs de 95% foram determinados para mortalidade por todas as causas e mortalidade por causa específica.

Veja também: ‘Risco de IAM é oito vezes maior em fumantes com menos de 50 anos’

Em comparação aos nunca fumantes, os que fumavam um (HR, 1,64; IC 95%, 1,07-2,51) ou de 1 a 10 cigarros (HR, 1,87; IC 95%: 1,64-2,13) por dia apresentaram maior risco de mortalidade por todas as causas. Ex-fumantes tinham riscos progressivamente menores.

Foram observados também uma ampla gama de causas de morte relacionadas ao tabagismo, com uma associação especialmente forte para câncer de pulmão (HR, 9,12, IC 95%, 2,92-28,47 e FC, 11,61; IC 95%, 8,25-16,35 para < 1 e 1-10 cigarros, respectivamente). As associações foram semelhantes em homens e mulheres.

E mais: ‘3 métodos eficazes para interromper o tabagismo’

Estes resultados fornecem mais evidência de que não existe um nível livre de risco de exposição ao tabaco. O cigarro, mesmo em pequena quantidade, faz muito mal a saúde.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

250x250-1

Referências:

  • JAMA Intern Med. Published online December 5, 2016. doi:10.1001/jamainternmed.2016.7511

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.