IMC e atividade física pré-gestação: existe aumento do risco de diabetes tipo 1 na prole?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

O diabetes mellitus é uma doença que tem sido uma grande preocupação em termos de saúde pública. Os índices de diabetes tipo 1 têm aumentado ao longo dos últimos anos, com mudanças ambientais e no estilo de vida como possíveis fatores que justificam essa tendência.

Apesar de não haver consenso, alguns artigos científicos propõem que índices maternos, como a obesidade e inatividade física, influenciam no risco de desenvolvimento de diabetes tipo 1 na prole. A obesidade materna e a inatividade física, mesmo antes da gestação, levam a um aumento da inflamação materna. Na prole, esse quadro pode levar ao aumento da resistência insulínica, além de estresse e apoptose de células beta em indivíduos suscetíveis.

médica medindo glicose de criança com diabetes

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Obesidade materna e diabetes nas crianças

Um estudo de coorte prospectivo foi conduzido por uma equipe de pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia e da School of Public Health de Boston, com objetivo de esclarecer se o índice de massa corporal (IMC) materno e o nível de atividade física estão relacionados ao risco de desenvolvimento de diabetes tipo 1 na prole.

Os dados foram obtidos do Nurse Health Study II, uma coorte de 116.429 enfermeiras americanas, com inclusão em 1989 e acompanhamento bianual desde então, com relação a informações de doenças e comportamentos relacionados à saúde, incluindo o IMC e o nível de atividade física.

Em 2011, as participantes do estudo responderam se elas tinham algum filho com diagnóstico de diabetes tipo 1. A avaliação do IMC previamente à gestação foi considerada como o IMC pré-gestacional, e índices relacionados à atividade física pré-gestacional (como horas semanais de atividade física e equivalente metabólico total) também foram avaliados. Outras variáveis foram incluídas no estudo como potencial confundidores, como idade materna na gestação, presença de pré-eclâmpsia ou diabetes gestacional, idade gestacional, peso de nascimento, tabagismo ou uso de álcool na gestação e nível socioecônomico e educacional materno.

Leia também: ADA 2021: novos antidiabéticos e outros destaques do congresso da American Diabetes Association

Resultados

A partir de modelos ajustados pelos fatores de confundimento, os autores encontraram resultados interessantes: o peso materno antes da gestação não se associou com o aumento do risco de diabetes tipo 1 na prole (sobrepeso materno – RR 1,09, Intervalo de confiança 95% 0,74-1,60; Obesidade materna – RR 0,95, intervalo de confiança 95% 0,50-1,81), mesmo com ajuste para os níveis de atividade física materna.

Já com relação à atividade física materna, níveis maiores de atividade física estiveram associados com menor risco de incidência de diabetes tipo 1, mas essa associação não alcançou significância estatística no modelo ajustado. Entre os fatores de inclusão, apenas a presença de diabetes mellitus materna se associou de forma estatisticamente significativa com o aumento do risco de diabetes tipo 1 na prole (RR 1,87, intervalo de confiança 95% 1,25-2,80).

O estudo acrescenta mais dados sobre o tema, sugerindo então, que o IMC materno e o nível de atividade física não se relacionam ao aumento do risco de desenvolvimento de diabetes tipo 1 nas crianças. Uma explicação plausível para resultados que observam essa associação é o fator de confundimento gerado pelas variáveis ambientais: famílias obesas podem ter mais fatores de risco para diabetes tipo 1 relacionados ao estilo de vida, e isso se manifesta com aumento da incidência de diabetes nas crianças.

Apesar dos resultados, os autores esclarecem que mais estudos são necessários para que se estabeleça uma não associação direta entre o IMC e nível de atividade materna e o diabetes mellitus tipo 1 na prole. Além disso, as recomendações de redução de peso e aumento de atividade física em mulheres em idade fértil e gestantes continua sendo sugerida, inclusive pelo potencial benefício dessas medidas na saúde materno-infantil.

Autora:

Referência bibliográfica:

  • Azeredo, CM et al. Maternal pre‐pregnancy BMI and physical activity and type 1 diabetes in the offspring. Pediatric diabetes, 2021. https://doi.org/10.1111/pedi.13248
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar