Home / Infectologia / Infecção pelo HIV: FDA aprova segundo medicamento para prevenção
mão segurando medicamento para prep hiv

Infecção pelo HIV: FDA aprova segundo medicamento para prevenção

Infectologia, Medicina de Família, Saúde Pública
Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Para continuar lendo, faça seu login ou inscreva-se gratuitamente.

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

Foi aprovado nos Estados Unidos a emtricitabina 200 mg + tenofovir alafenamida 25 mg (nome comercial Descovy®) em adultos e adolescentes em risco com, pelo menos 35 kg, para a profilaxia pré-exposição ao HIV-1 (PrEP) para reduzir o risco de infecção pelo HIV-1 do sexo, excluindo aqueles que têm sexo vaginal receptivo.

O medicamento não está indicado em indivíduos com risco de infecção pelo HIV-1 por sexo vaginal receptivo porque a eficácia nessa população ainda não foi avaliada.

“Os medicamentos PrEP são altamente eficazes quando tomados conforme indicado na rotulagem e podem prevenir a infecção pelo HIV”, afirmou Jeffrey Murray, MD, MPH, vice-diretor da Divisão de Produtos Antivirais do Centro de Avaliação e Pesquisa de Medicamentos da FDA, agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos.

Ainda segundo Jeffrey Murray, essa aprovação fornece mais opções de prevenção para certos pacientes em risco de adquirir o HIV e incentiva os esforços adicionais para facilitar o desenvolvimento de opções de tratamento e prevenção do HIV para reduzir novas infecções pelo HIV.

De acordo com a UNAIDS Brasil, atualmente 37,9 milhões de pessoas em todo o mundo convivem com HIV.

Fique por dentro das novidades da Medicina. Inscreva-se aqui gratuitamente na nossa newsletter.

Combate ao HIV

A PrEP, ou profilaxia pré-exposição, é um método de prevenção do HIV no qual as pessoas que não têm o vírus tomam remédio diariamente para reduzir o risco de contrair o HIV, caso sejam forem expostas ao vírus.

A combinação emtricitabina 200 mg + tenofovir alafenamida 25 mg para PrEP deve ser usado como parte de uma estratégia abrangente, incluindo adesão à administração diária e práticas sexuais mais seguras, como preservativos, para reduzir o risco de infecções adquiridas sexualmente.

Eficácia do novo medicamento

A segurança e eficácia do novo medicamento foram avaliadas em um estudo multinacional randomizado, duplo-cego, em 5.387 homens HIV negativos e mulheres trans, que fazem sexo com homens e corriam risco de infecção pelo HIV-1.

O estudo comparou uma vez ao dia o Descovy® ao Truvada® (emtricitabina, tenofovir disoproxil fumarato, 200 mg / 300 mg), uma combinação diária de dose fixa de dois medicamentos aprovados em 2012 para impedir a aquisição sexual do HIV. Os participantes foram acompanhados por 48 a 96 semanas. O desfecho primário foi a taxa de infecção pelo HIV-1 em cada grupo.

Os pesquisadores mostraram que os dois fármacos foram semelhantes na redução do risco de adquirir infecção pelo HIV-1. A reação adversa mais comum foi diarreia.

Existe um aviso em caixa para indivíduos que tomam Descovy®, que também têm vírus da hepatite B (HBV), estejam cientes do risco de exacerbações do HBV naqueles que descontinuam produtos com emtricitabina ou tenofovir disproxil fumarato e que podem ocorrer em pessoas que descontinuam o novo medicamento.

Emtricitabina 200 mg + tenofovir alafenamida 25 mg para HIV-1 PrEP é contraindicado em indivíduos com status HIV-1 desconhecido ou positivo e somente deve ser prescrito para indivíduos com HIV confirmado imediatamente antes do início e pelo menos a cada três meses durante o uso.

O medicamento já havia sido aprovado pela FDA em 2016 em combinação com outros medicamentos anti-retrovirais para tratar a infecção pelo HIV-1 em adultos e pacientes pediátricos.

Profilaxia pré-exposição ao HIV: nova estratégia para frear a transmissão do vírus no Brasil

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED.

Autora:

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.