Categorias: Oncologia

Mulheres jovens com maior IMC têm menor risco de câncer de mama

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Um levantamento realizado por pesquisadores do Departamento de Genética e Epidemiologia do Instituto de Pesquisa do Câncer, situado em Londres, constatou que quanto maior o IMC, menor é o risco de desenvolver câncer, principalmente em mulheres jovens na fase da pré-menopausa.

A pesquisa, realizada entre 2013 e 2017 e publicada na revista JAMA Oncology, contou com a participação de 758.592 voluntárias com faixa etária entre 18 a 54 anos. Segundo os pesquisadores, a razão entre o peso corporal das mulheres é inversamente proporcional à incidência do câncer de mama receptor hormonal positivo.

Leia mais: Câncer de mama metastático: Anvisa aprova novo medicamento

O estudo acompanhou as participantes por um período médio de 9,3 anos; as voluntárias foram divididas em 4 grupos por faixa etária: 18 a 24 anos, 25 a 34 anos, 35 a 44 anos e 45 a 54 anos. As participantes responderam um questionário com perguntas sobre idade e peso. Como critério, o levantamento levou em consideração mulheres no período da pré-menopausa, sem histórico pessoal de câncer de mama no começo da pesquisa e com os dados do IMC disponíveis para análise.

A pesquisa concluiu que o risco de desenvolvimento da doença foi menor em mulheres mais jovens com maior índice de massa corporal do que no grupo com idade mais avançada. O risco de desenvolver o câncer de mama por acréscimo de 5 unidades no IMC foi 23% menor nesta faixa etária (HR 0,77; IC 95% ). Já no grupo com idade entre 45 e 54 anos, a redução do risco foi de apenas 12% (HR 0,88; IC 95%).

Tenha em mãos informações objetivas e rápidas sobre práticas médicas. Baixe o Whitebook.

Voluntárias entre 18 e 24 anos com maior IMC tiveram 4,2 vezes menos risco de desenvolver câncer de mama prematuramente do que mulheres do mesmo grupo que estavam abaixo do peso ideal, de acordo com a classificação oficial. (IMC ≥ 35,0 vs < 17,0; HR 0,24; IC 95%). No total, 13. 082 pacientes desenvolveram câncer de mama  (in situ ou invasivo) até o fim da pesquisa ou no decorrer do período de análise.

Referências:

  • The Premenopausal Breast Cancer Collaborative Group. Association of Body Mass Index and Age With Subsequent Breast Cancer Risk in Premenopausal Women. JAMA Oncol. Published online June 21, 2018. doi:10.1001/jamaoncol.2018.1771
Compartilhar
Publicado por
Roberto Caligari

Posts recentes

Os novos anticoagulantes orais estão sendo mais utilizados que os antagonistas da vitamina K em pacientes com FA?

Os novos anticoagulantes surgiram como uma alternativa e mostraram eficácia e segurança semelhante ou melhor…

12 horas atrás

Whitebook: coombs indireto – o que é e como solicitar?

Essa semana, falamos sobre o coombs indireto em obstetrícia. Em nossa publicação de conteúdos do…

16 horas atrás

Diagnóstico de policitemia vera: conceitos importantes

Policitemia vera é uma síndrome mieloproliferativa caracterizada por aumento da massa eritrocitária. Saiba mais.

1 dia atrás

AAP 2021: avaliação de sepse tardia e terapia empírica em prematuros extremos

O objetivo de um estudo apresentado na AAP 2021 foi definir a frequência da sepse…

1 dia atrás

Podcast da Pebmed: dissecção da artéria vertebral. Como diagnosticar e tratar? [podcast]

No episódio de hoje, Henrique Cal, vai discutir sobre causas que podem levar à dissecção…

1 dia atrás

Destaque das diretrizes no manejo do tabagismo

O tabagismo é a principal causa de morte evitável no mundo. Atualmente são cerca de…

1 dia atrás