Home / Infectologia / Mutação genética bloqueia entrada do HIV no organismo

Mutação genética bloqueia entrada do HIV no organismo

Infectologia, Medicina Interna, Saúde & Tecnologia
Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Para continuar lendo, faça seu login ou inscreva-se gratuitamente.

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

Cientistas espanhóis descobriram uma mutação genética em pessoas com o HIV que inibe a produção da proteína Siglec-1, que facilita a penetração do vírus no organismo, bloqueando, assim, a entrada do HIV no sistema imunológico.

500x120-rosa

O estudo, feito pelos pesquisadores do IrsiCaixa, na Espanha, foi publicado esse mês na revista Nature Communications. O artigo demonstra que a mutação genética identificadas em pessoas com HIV inibe a produção da Siglec-1, proteína que facilita a entrada do vírus nas células mieloides e transfecção aos linfócitos T-CD4.

Veja também: HIV / SIDA em Foco: Novidades no tratamento da infecção

Os cientistas reuniram dados de 97 pessoas com a mutação em seus cromossomos para comprovar que essa mutação reduz a capacidade das células mieloide de capturar o vírus HIV. O estudo ainda não foi totalmente concluído, já que falta saber se a mutação está associada ou não à evolução da doença.

De qualquer forma, a pesquisa pode ser importante para direcionar futuros esforços no sentido de utilizar o Siglec-1 como possível elemento em novos medicamentos.

banner250x250

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique Aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.