Página Principal > Colunistas > Níveis baixos de glicemia em pacientes hospitalizados aumentam a mortalidade
enfermeira medindo glicemia de paciente

Níveis baixos de glicemia em pacientes hospitalizados aumentam a mortalidade

Tempo de leitura: 2 minutos.

Em pacientes hospitalizados, hipoglicemia foi associada a aumento de risco de mortalidade, de acordo com um recente estudo publicado no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism (JCEM).

Explicação:

O tratamento intra hospitalar com insulina está relacionado a maior incidência de hipoglicemias, que neste caso não são identificadas muitas das vezes devido ao quadro clínico do paciente, exemplo: alteração do nível de consciência patológica ou farmacológica, uso de medicações como betabloqueadores que inibem taquicardia reflexa causada pela hipoglicemia. A hipoglicemia persistente e não diagnosticada/tratada então pode deteriorar o quadro clínico do paciente ou levar a novas complicações como por exemplo AVE e doença coronariana, mesmo em pacientes não diabéticos.

Conclusão:

O estudo analisou dados de mais de 30.000 pacientes que entre 2011-2013 cursaram hipoglicemia em unidades de saúde ligadas a universidades de Israel (unidades terciárias). Avaliaram os dados de mortalidade destes pacientes (follow-up até final de 2015) e concluíram que 30% dos pacientes que tiveram hipoglicemia na internação evoluíram a óbito.

A maior parte dos pacientes eram homens, idade média de 70 anos e apenas 30% eram diabéticos.

Risco de mortalidade foi mais alto nos pacientes tratados com insulina e hipoglicemia 40-70mg/dl quando comparados a pacientes com os mesmo valores de hipoglicemia sem uso de insulina, porém quando a glicemia é grave (<40mg/dl) independente do uso de insulina a mortalidade continua a aumentar.

Veja também: ‘Auto-monitorização da glicemia é eficaz para pacientes com DM2 não usuários de insulina?’

Comentários:

Os achados são consistentes com a literatura atual e já foram relatados em outras publicações, porém devemos lembrar que em alguns casos a hipoglicemia é além de causa de aumento de morbi-mortalidade como também um marcador e sintoma de morbi-mortalidade aumentada (exemplos: câncer de pâncreas, doenças hepáticas, insuficiência renal, desnutrição).

Devemos continuar a procurar um controle glicêmico adequado em pacientes internados, tratando a hiperglicemia que também é deletéria, porém sem exageros – procurar atingir metas menos agressivas dentro do hospital (valores entre 140-180mg/dl), reservando valores mais baixos de controle glicêmico para pacientes ambulatoriais.

Quer receber diariamente notícias médicas no seu WhatsApp? Cadastre-se aqui!

Autor:

Referências:

  • Fonte: Mortality Among Hospitalized Patients With Hypoglycemia: Insulin Related and Noninsulin Related Amit Akirov Alon Grossman Tzipora Shochat Ilan Shimon. The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, Volume 102, Issue 2, 1 February 2017, Pages 416–424,  https://doi.org/10.1210/jc.2016-2653

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.