Obesidade deve ser considerada “doença”?

Muito tem se discutido se devemos rotular obesidade como doença ou não. A seguir, vamos discutir alguns pontos de vista e argumentos.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Muito tem se discutido se devemos rotular obesidade como doença ou não. A seguir, vamos discutir alguns pontos de vista e argumentos defendendo ou não esse posicionamento.

Argumentos contra a rotulação de obesidade como uma doença:

  • IMC não é um bom parâmetro para medir “saúde”:

Comentário: concordo.

Esse é o argumento mais usado para não rotular obesidade como doença, IMC não é um medidor correto para avaliar gordura corporal ou “saúde”.

A sensibilidade e especificidade desse parâmetro em avaliar obesidade ou diagnosticar comorbidades associadas a obesidade são muito limitadas.

De fato, a OMS define obesidade como excesso ou anormalidade no acúmulo de gordura com potencial em causar danos a saúde.

  • A relação entre gordura corporal e saúde não é linear:

Comentário: concordo.

Além da quantidade de gordura corporal, outros fatores também são determinantes  no impacto à saúde do paciente, como por exemplo: fatores genéticos e tipo de gordura (exemplo: nos pacientes com Diabetes tipo 2, a gordura visceral em excesso está bem definida com mal fator prognóstico).

  • Obesidade é evitável e modificável:

Comentário: não concordo.

Sim, assim como várias outras doenças: HAS, DM, AVE, DAC e etc.

  • Rotular como doença irá diminuir a prevenção de obesidade:

Comentário: não concordo.

Pelo contrário, nenhum outro grupo de doença recebeu menos atenção em prevenção com esta definição. Devemos nos preocupar em não tornar a doença obesidade em uma epidemia.

  • Esse rótulo reduziria a responsabilidade do paciente:

Comentário: não concordo.

Também como já acontece com outras doenças, isso não ocorre. Na verdade, o que ocorre é que cada paciente tem um nível de autocontrole diferente, e todos devem ser estimulados a fazer o máximo.

  • O rótulo estigmatizaria os pacientes:

Comentário: não concordo.

Obesidade já é uma doença per se estigmatizada, na verdade temos que explicar a população sobre sua natureza complexa e multifatorial aliada a poucas opções terapêuticas. Devemos cessar o preconceito de que o paciente obeso não tem motivação ou capacidade própria em resolver o seu problema.

  • Obesidade é muito prevalente para ser caracterizada como doença:

Comentário: não concordo

Hipertensão, diabetes ou gripe comum são doenças e afetam milhões de pessoas no mundo.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Argumentos a favor da rotulação de obesidade como uma doença:

  • Faz mal a saúde:

Comentário: concordo.

Na maioria dos pacientes, obesidade fará mal a saúde e está bem estabelecida como fator de risco para outras doenças, como: HAS, DM, DRGE, apnéa do sono e etc.

  • Morbidade crônica, sem cura:

Comentário: concordo.

Infelizmente, o obeso, mesmo após controle de peso (mudança de estilo de vida, dieta, exercícios, medicação), sempre terá risco aumentado de retornar a obesidade se interromper o tratamento estipulado – isso vale inclusive para pacientes submetidos à cirurgia bariátrica.

  • Mudanças de estilo de vida fazem pouco efeito:

Comentário: concordo.

Fácil traçar um paralelo com HAS e DM, dieta e exercício podem ajudar a controlar a doença, mas na maioria das vezes teremos que recorrer a medicações ou outros recursos.

  • Doença obesidade deveria ser ensinada nas faculdades:

Comentário: concordo.

Devemos entender melhor a patologia, complicações e prognóstico.

Se nós médicos entendermos a natureza complexa e multifatorial e deixarmos de lado o preconceito ao paciente, certamente poderemos fazer a diferença.

Mais do autor: ‘Você sabe qual a relação entre diabetes e enfraquecimento ósseo?’

Comentário final:

Obesidade é uma doença. Estamos gastando tempo e recursos em tratar suas complicações ao invés de criar estratégias mais inteligentes em preveni-la.

 

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Especialidades

Tags