Página Principal > Oftalmologia > Operar catarata está associado com menor mortalidade em mulheres?

Operar catarata está associado com menor mortalidade em mulheres?

Tempo de leitura: 1 minuto.

Pesquisadores americanos examinaram a associação entre cirurgia de catarata e mortalidade por todas as causas e específica em mulheres mais velhas com catarata. Os resultados desse estudo foram publicados recentemente no JAMA Ophthalmology.

Para o artigo, os autores utilizaram os dados do ensaio clínico Women’s Health Initiative (WHI). As participantes selecionadas foram mulheres com 65 anos ou mais, de diversas etnias, e diagnóstico de catarata.

Os desfechos de interesse incluíram mortalidade por todas as causas e mortalidade atribuída a causas vasculares, cancerígenas, acidentais, neurológicas, pulmonares e infecciosas.

De um total de 74.044 mulheres analisadas, 41.735 foram submetidos à cirurgia de catarata. A intervenção cirúrgica foi associada a menor mortalidade por todas as causas (hazard ratio [HR] = 0,40; IC de 95%: 0,39 a 0,42), e menor mortalidade atribuída a causas vasculares ([HR] = 0,42; IC de 95%: 0,39 a 0,46), cancerígenas ([HR] = 0,31; IC de 95%: 0,29 a 0,34), acidentais ([HR] = 0,44; IC de 95%: 0,33 a 0,58), neurológicas ([HR] = 0,43; IC de 95%: 0,36 a 0,53 ), pulmonares ([HR] = 0,63; IC de 95%: 0,52 a 0,78) e infecciosas ([HR] = 0,44; IC de 95%: 0,36 a 0,54).

Em mulheres mais velhas com catarata, a cirurgia foi associada a menor risco de mortalidade por todas as causas e específica. Para os autores, a explicação para essa associação ainda não é clara e, por isso, estudos mais aprofundados devem ser realizados.

Veja também: ‘Quem opera catarata há menos tempo tem maior risco de complicação cirúrgica?’

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • Victoria L. Tseng, Rowan T. Chlebowski, Fei Yu, Jane A. Cauley, Wenjun Li, Fridtjof Thomas, Beth A. Virnig, Anne L. Coleman. Association of Cataract Surgery With Mortality in Older WomenFindings from the Women’s Health Initiative. JAMA Ophthalmol. Published online October 26, 2017. doi:10.1001/jamaophthalmol.2017.4512

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.