Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Colunistas / PCR salivar pode ser um biomarcador alternativo na pneumonia em crianças?

PCR salivar pode ser um biomarcador alternativo na pneumonia em crianças?

Esse conteúdo é exclusivo para
usuários do Portal PEBMED.

Tenha acesso ilimitado a todos os artigos, quizzes e casos clínicos do Portal PEBMED.

Faça seu login ou inscreva-se gratuitamente!

A proteína C reativa (PCR) salivar pode ser um biomarcador alternativo à PCR sérica em pacientes pediátricos com pneumonia, segundo o estudo Use of Saliva Sample to Detect C-Reactive Protein in Children with Pneumonia, publicado no jornal Pediatric Pulmonology.

Este estudo teve como objetivo avaliar o uso da PCR salivar como biomarcador em crianças com pneumonia e sua conclusão é especialmente benéfica para a pediatria, pois a coleta de saliva é simples, não invasiva e mais amigável.

PCR para pneumonia em crianças

A PCR sérica é um biomarcador sensível à inflamação e é amplamente usada para diagnosticar clinicamente doenças infecciosas, como a pneumonia. No entanto, a obtenção de uma amostra de sangue é repleta de dificuldades técnicas em crianças. A análise salivar pode ser uma ferramenta de diagnóstico em potencial, por ser não invasiva, mais amigável e mais fácil de executar nesses pacientes.

Os pesquisadores realizaram um estudo prospectivo que incluiu pacientes de 2 a 17 anos, internados com pneumonia nos Kaohsiung Chang Gung Memorial Hospital em Kaohsiung, Taiwan, no período de 01 de janeiro de 2017 a 31 de dezembro de 2018. Amostras de saliva e de soro para determinação da PCR e de quimiocinas foram coletadas na admissão inicial e durante o acompanhamento desses pacientes.

Os biomarcadores testados incluíram PCR, interleucina-1β (IL-1β), IL-6, IL-8, IL-10, IL-17A, interferon-γ (IFN-γ), proteína induzível por interferon 10 (IP-10), proteína quimioatraente de monócitos-1 (MCP-1) e fator de necrose tumoral α (TNFα). Para controle, foram coletadas amostras salivares de indivíduos saudáveis que visitaram o departamento ambulatorial do hospital citado para vacinação programada ou vacina contra influenza sazonal.

Leia também: Identificação e intervenção precoces em pacientes com pneumonia por Covid-19

Foram incluídas 60 crianças saudáveis e 106 pacientes pediátricos com pneumonia. O nível de PCR salivar foi muito maior nas crianças com pneumonia do que nas saudáveis (48,77 ± 5,52 ng/mL versus 14,78 ± 3,92 ng/mL, p <0,001). O nível de PCR salivar apresentou alta correlação com o nível sérico de PCR dos pacientes com pneumonia (r = 0,679, p<0,001). Além disso, o nível de PCR salivar (≥40,307 ng/mL) pôde ser usado para prever altos níveis séricos de PCR (≥80 mg/L) com uma área abaixo da curva de 0,810 (intervalo de confiança de 95%, 0,740-0,881).

Resultados

À medida que houve melhora da pneumonia, os níveis de PCR salivar e sérico diminuíram durante o acompanhamento. Os pesquisadores encontraram níveis mais altos de PCR salivar e de IL-6 em pacientes pediátricos com pneumonia, mas apenas os níveis salivares de PCR foram significativamente correlacionados com a concentração sérica de PCR. Para outras citocinas salivares, como IL-1β, IL-8, IL-10, IL-17A, IFN-γ, IP-10, MCP-1 e TNFα, não houve diferença significativa entre os pacientes pediátricos com pneumonia e os controles saudáveis.

Na pneumonia adquirida na comunidade, várias citocinas inflamatórias, incluindo IL-6, IL-1β e TNF, são secretadas na circulação sanguínea. Todavia os pesquisadores descreveram que os níveis salivares de IL-1β e TNF-α não aumentaram significativamente nos pacientes pediátricos com pneumonia. A falta de correlação entre os biomarcadores de citocinas salivares e plasmáticas pode ser devida ao impacto do ambiente oral e à influência da imunidade local. Portanto, os pesquisadores concluíram que a utilidade de outras citocinas salivares que podem estar elevadas no plasma de pacientes pediátricos com pneumonia é limitada.

A conclusão é que a análise salivar é um método não invasivo eficaz que pode fornecer informações valiosas para a avaliação e acompanhamento da pneumonia em pacientes pediátricos. Portanto, a PCR salivar pode ser um biomarcador alternativo à PCR sérica nesse contexto clínico.

Autora:

Referências bibliográficas:

  • Tsai CM, Tang KS, Cheng MC, et al. Use of saliva sample to detect C-reactive protein in children with pneumonia [published online ahead of print, 2020 Jul 7]. Pediatr Pulmonol. 2020;10.1002/ppul.24947. doi:10.1002/ppul.24947

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.