Página Principal > Endocrinologia > Perda de peso pode levar ao controle do diabetes tipo 2 e suspensão dos medicamentos
balança com a palavra sos

Perda de peso pode levar ao controle do diabetes tipo 2 e suspensão dos medicamentos

Tempo de leitura: 3 minutos.

O diabetes é uma doença crônica que exige cuidados por toda a vida. Sabemos que está intimamente relacionada ao excesso de gordura corporal. Um estudo recém-publicado no periódico The Lancet mostrou que a perda de peso pode levar ao controle do diabetes tipo 2 (DM2), possibilitando a suspensão dos medicamentos em grande parte dos pacientes.

O que deve ser levado em consideração:

  • Foi realizada uma intervenção dietética baseada na substituição total das refeições por um preparado com equilíbrio de nutrientes, que devia ser consumido quatro vezes ao dia.
  • A ingesta calórica diária foi de cerca de 800Kcal.
  • Essa dieta foi mantida por 3 a 5 meses, com reintrodução gradativa dos alimentos de forma equilibrada por 8 a 12 semanas, e acompanhamento mensal com estratégias de manutenção do peso.
  • Os antidiabéticos orais foram suspensos no início da dieta e reintroduzidos ao longo do estudo conforme necessário.

As taxas de remissão do diabetes (hemoglobina glicada <6,5% sem uso de antidiabéticos por, pelo menos, dois meses) foram relacionadas com a intensidade da perda de peso:

– Perda de peso de 0 a 5 kg​: 7% dos pacientes alcançaram remissão
– 5 a 10 kg: 34%
– 10 a 15 kg: 57%
– mais de 15 kg: 86%

Para poder participar do tratamento, alguns critérios deviam ser seguidos, entre eles:

– Diagnóstico de DM2 há menos de seis anos

– Idade entre 20 e 65 anos

– Índice de massa corporal entre 27 e 45 Kg/m²

Não podiam participar do estudo:

– Pacientes em uso de insulina

– Hemoglobina glicada >12%

– Pacientes com insuficiência renal ou outras contra-indicações como distúrbios alimentares, abuso de substâncias ou gestação.

Mais da autora: ‘Cirurgia metabólica para tratamento do DM2: Por que? Para quem? Como? E depois?’

O estudo mostrou que a perda de peso pode levar ao controle sustentado das glicemias, viabilizando a suspensão dos antidiabéticos em muitos casos, porém ainda é cedo para se falar em cura do diabetes. É preciso aguardar os resultados a longo prazo, pois é provável que a doença volte a se manifestar caso haja recuperação do peso perdido.

Portanto, a antiga recomendação de manter acompanhamento regular após obter perda de peso -independentemente do método escolhido- é mais atual do que nunca. A monitorização adequada possibilita a introdução de estratégias para detecção e controle do reganho de peso em momento oportuno, evitando a perda dos benefícios metabólicos obtidos com o processo de emagrecimento.

Mesmo pacientes que obtiveram remissão do diabetes com o emagrecimento devem ser acompanhados regularmente quanto ao controle glicêmico e complicações crônicas da doença.

A importância da perda de peso na prevenção e controle do diabetes e de outras inúmeras condições de saúde é indiscutível, porém devemos lembrar que a realização de dietas de muito baixas calorias deve ter acompanhamento especializado, especialmente em pacientes com maiores riscos de complicações à saúde, como é o caso dos diabéticos.

É médico e também quer ser colunista do Portal PEBMED? Clique aqui e inscreva-se!

Autora:

Referências:

  • Primary care-led weight management for remission of type 2 diabetes (DiRECT): an open-label, cluster-randomised trial. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/S0140-6736(17)33102-1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.