Página Principal > Saúde Pública > Planos de saúde suspensos: oriente seus pacientes
documento medico

Planos de saúde suspensos: oriente seus pacientes

Tempo de leitura: 2 minutos.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou a suspensão da comercialização de 35 planos de saúde de sete operadoras. A medida entra em vigor na próxima sexta-feira, dia 17. Entenda aqui e saiba orientar seu paciente.

Segundo a ANS, a medida tem a finalidade de proteger o consumidor e garantir que as operadoras cumpram as normas e resolvam as principais questões para prestar assistência adequada aos beneficiários. Em 2016, a Agência recebeu inúmeras reclamações referentes à cobertura assistencial dos planos de saúde suspensos, como negativas e demora no atendimento.

Veja também: ‘Por que os planos de saúde estão quebrando?’

No total, sete operadoras ficarão impedidas de comercializar planos:

– Federação das Sociedades Cooperativas de Trabalho Médico do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima
– Saúde Sim Ltda.
– Associação Auxiliadora das Classes Laboriosas
– Unimed-Rio
– Operadora de Planos de Saúde Serra Imperial Ltda
– Ecole Serviços Médicos Ltda.
– Associação Santa Casa Saúde de Sorocaba

E mais: ‘Entenda o novo plano de saúde popular proposto pelo Ministério da Saúde’

A partir do dia 17, essas operadoras não poderão aceitar novos beneficiários, e também serão penalizadas com multas que variam entre R$ 80 mil a R$ 250 mil. Os que já são clientes não devem sofrer nenhuma interrupção na utilização dos planos. A medida ficará em vigor por 3 meses.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Segundo a ANS, a identificação do risco apresentado pela operadora e a reincidência grave em dois trimestres seguidos são os fatores que levam uma empresa a ter a comercialização de seus planos suspensa. Essa análise é feita pelo Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, que tem o objetivo de identificar, trimestralmente, o comportamento das operadoras de planos de saúde em relação à assistência prestada a seus beneficiários.

Com base em reclamações realizadas junto aos canais de atendimento da ANS, é possível verificar se o serviço é feito de forma adequada e em tempo oportuno e comparar as operadoras de acordo com a modalidade. Pelo site da Agência, também é possível visualizar um panorama geral com a situação de todas as operadoras.

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.