Leia mais:
Leia mais:
Polifarmácia em idosos: abordagem na prática clínica [podcast]
Dose de reforço: Ministério da Saúde anuncia aplicação em idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos 
5 novidades da tecnologia na saúde que todo médico deve estar atento
Fraturas distais do fêmur e fraturas do quadril em idosos: qual apresenta maior mortalidade?
Junho é o mês da visibilidade e representatividade!  [Blog do Nurse]

Polifarmácia em idosos: abordagem na prática clínica [podcast]

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia a dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica.

Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.

Neste episódio, a Dra. Flávia Garcez, especialista em geriatria e conteudista do Whitebook, vai falar sobre a polifarmácia em idosos: abordagem na prática clínica, causas e pontos relevantes sobre o tema. 

A polifarmácia é considerada o uso de múltiplos medicamentos por um mesmo paciente. Tal definição pode partir de um critério mais numérico ou quantitativo, que costuma ser mais utilizado na prática e nos trabalhos científicos. O quantitativo considera o uso de cinco ou mais medicamentos. Já o qualitativo leva em conta os tipos de medicamentos usados, e não apenas a quantidade. Assim, observa-se se há medicamentos inapropriados, duplicidade, interações, etc. 

Veja mais: O Índice de Sarcopenia pode predizer o risco de complicações pós-cirurgias de fraturas do quadril em idosos?

Fatores que aumentam o risco de idosos para efeitos adversos associados à polifarmácia: 

  • Alterações de farmacocinética;
  • Redução da audição e visão;
  • Alterações cognitivas;
  • Alterações de mobilidade.

A presença de múltiplas doenças em idosos é o principal fator de risco para polifarmácia.

Médica faz consulta em idoso com problemas de polifarmácia

 O que não deixar passar na anamnese?

A primeira etapa é o questionamento sobre os medicamentos em uso pelo paciente, com revisão detalhada do número, posologia e tempo de uso.

É fundamental questionar sobre o uso de suplementos vitamínicos e fitoterápicos, frequentemente não reportados por pacientes.

 Quais as causas de polifarmácia?

Ouça a explicação completa no podcast! 

 Veja alguns conteúdos relacionados no Whitebook!

 Confira também por outros players:

 Não deixe de assinar o canal do Whitebook no Spotify! 😀

Abraços,

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia a dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica.

Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.