Propofol vs midazolam: qual é o mais eficaz na sedação procedimental na emergência?

A sedação procedimental na emergência pode ser realizada com vários agentes farmacológicos; o propofol e o midazolam estão entre os mais comuns.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

A sedação procedimental na emergência pode ser realizada com vários agentes farmacológicos; o propofol e o midazolam estão entre os mais comuns. Um estudo recente, publicado no The American Journal of Emergency Medicine, comparou a eficácia e segurança dos dois.

Pesquisadores realizaram um estudo de coorte retrospectivo multicêntrico de 592 sedações procedimentais realizadas na emergência de cinco hospitais na Holanda, durante um período de 4 anos.

Veja também: ‘Sedação: um ponto-chave para a sequência rápida de intubação’

Pacientes sedados com propofol (n = 284, dose mediana de 75 mg) alcançaram um nível mais profundo de sedação (45% vs. 25%, p <0,001), apresentaram maior taxa de sucesso do procedimento (92% vs. 81%, p <0,001) e menor duração média de sedação (10 vs. 17 min, p <0,001) em comparação com os doentes que receberam midazolam (n = 308, dose média 4 mg).

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Um total de 112 eventos de sedação foram registrados para 99 pacientes. A apneia transitória foi o mais prevalente (n = 73), seguido de dessaturação de oxigênio (n = 18), obstrução das vias aéreas (n = 13) e hipotensão (n = 6). O propofol foi mais frequentemente associado à ocorrência de apneia (20% vs. 10%, p = 0,004), enquanto o midazolam foi mais frequentemente associado à dessaturações de oxigênio (8% vs. 1%, p = 0,001). Nenhum evento adverso grave foi registrado.

Com base nos resultados, o propofol teve um desempenho superior ao midazolam, sem acrescentar riscos ao paciente, quando usado na sedação procedimental na emergência.

Referências:

  • Propofol versus midazolam for procedural sedation in the emergency department: A study on efficacy and safety. Lameijer H Sikkema Y Pol A Bosch M Beije F et. al. The American journal of emergency medicine, 2017 – vol: 0 (0) pp: 365-370. DOI: 10.1016/j.ajem.2016.12.075
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão