Reanimação em sala de parto de recém‐nascidos pré‐termo extremos

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Um grupo de pesquisadores fez uma análise das opiniões de pediatras especializados sobre as decisões de iniciar e limitar a reanimação em sala de parto de recém‐nascidos pré‐termo extremos, com o objetivo de entender melhor a conduta dos profissionais nesse momento tão delicado.

A literatura estabeleceu como limite de viabilidade de reanimação o período entre 22 e 25 semanas de idade gestacional. No entanto, nesse limite a sobrevida e o prognóstico são incertos e ainda existem dúvidas sobre qual é a conduta mais adequada.

Diante disso, pesquisadores entrevistaram 560 pediatras que ensinam reanimação no Brasil sobre as práticas atuais e as questões éticas envolvidas. Dos participantes, apenas 9% afirmaram existir em seu hospital uma norma escrita sobre quando não iniciar a reanimação em sala de parto e quando estão indicados cuidados intensivos diante da prematuridade extrema. Entretanto, 80% afirmaram usar algum dos critérios abaixo:

  • a idade gestacional (96%) e o peso ao nascer (67%);
  • 33% relataram considerar exclusivamente a idade gestacional, 5% referiram valorizar apenas o peso e 62% ambos os critérios;
  • para 80%, a idade gestacional limite para reanimação foi abaixo de 24 semanas, e para 59%, o limite de peso foi de 500g.

Os pesquisadores apresentaram também três casos clínicos para os participantes avaliarem a reanimação em diferentes estágios:

  • com 23 semanas, 50% dos instrutores fariam a reanimação em sala de parto;
  • com 26 semanas, 2% baseariam sua decisão no peso ao nascer e/ou na abertura da fenda palpebral;
  • 38% reavaliariam sua decisão e limitariam o cuidado na UTI a medidas de conforto para nascidos de 23 semanas reanimados na sala de parto;
  • Quanto aos procedimentos de reanimação avançada, 45% e 4% com 23 e 26 semanas, respectivamente, não indicariam tais manobras.

A Dra. Ana Carolina Pomodoro, pediatra e colunista da PEBMED, comenta os resultados e a conduta médica adequada:

“Podemos perceber que apenas uma minoria das unidades hospitalares (menos de 10% dos locais de trabalho daqueles que responderam ao questionário) possui norma escrita sobre quando não iniciar a reanimação em sala de parto. Isso acaba por deixar o profissional inseguro em relação à atitude que deve tomar frente aos prematuros entre 22 e 25 semanas, já que, antes disso, há uma limitação da viabilidade por causa da imaturidade biológica, e, depois dessa faixa, não se questiona o benefício do tratamento.

A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda cautela ao profissional, orientando que o mesmo aguarde o nascimento para que tome sua decisão de reanimar ou não. Na dúvida, deve reanimar e decidir os próximos passos com a equipe da UTI Neonatal e a família”, finaliza Dra. Ana.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Referências:

  • J Pediatr (Rio J) 2016;92:609-15 DOI: 10.1016/j.jpedp.2016.06.001
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar