Suplementação de sulfato ferroso para bebês e crianças: do diagnóstico de enfermagem a intervenção

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

A suplementação de micronutrientes é uma decisão que deve ser compartilhada entre pais e profissionais de saúde, tendo em vista que, a carência de nutrientes pode levar a desfechos ruins, como morte infantil, resposta imunológica diminuída, cegueira, retardo mental e anemia. Essa última, relacionada à deficiência nutricional, é a mais comum e atinge metade das crianças a nível mundial.

Leia também: Estudo compara ingestão de nutrientes em bebês de 6 a 12 meses utilizando o desmame tradicional ou o método BLW

Suplementação de sulfato ferroso para bebês e crianças do diagnóstico de enfermagem a intervenção

Ferro

O ferro é um componente essencial para o funcionamento celular, pois, está envolvido na transferência de elétrons, produção de energia, síntese de DNA, crescimento e diferenciação celular, e transporte de oxigênio. A fonte desse nutriente é a reciclagem de hemácias e absorção exógena do nutriente. Os alimentos ricos em ferro se diferenciam por ter o ferro heme (presente na carne vermelha, vísceras, peixes) e o ferro não heme (hortaliças, folha verde escura). Esse último possui menor biodisponibilidade, sendo indicado o consumo com alimentos cítricos para aumentar a absorção.

Em bebês e crianças, devido ao crescimento acelerado, a disponibilidade de ferro é mais crítica e a indisponibilidade desse nutriente pode levar a alterações: imunológicas, alimentares/gastrointestinais (alteração do apetite, anorexia, redução da acidez gástrica, sangramento da mucosa intestinal), de crescimento (baixo ganho de peso e altura), neurológicas/comportamentais (irritabilidade, apatia, dor em membros), dentre outras.

Por isso, o enfermeiro, deve estar atento em sua consulta, durante o levantamento do histórico de enfermagem que os diagnósticos de enfermagem como fadiga (NANDA-I e CIPE), memória prejudicada (NANDA-I) e constipação (NANDA-I) consideram a anemia como condições associadas. E, nutrição desequilibrada: menor do que as necessidades corporais (NANDA-I), risco de desenvolvimento prejudicado (NANDA-I), desenvolvimento infantil prejudicado (NANDA-I), amamentação exclusiva prejudicada (CIPE), ingestão de alimentos insuficiente (CIPE), e desnutrição (CIPE) requerem intervenções que contemplam nas intervenções orientações alimentares, e suplementação de vitaminas, conforme protocolos nacionais e institucionais (Tabela 1).

Tabela 1. Suplementação de ferro para bebês termos, com peso adequado para a idade gestacional.

Todavia, frente a diagnósticos de enfermagem positivos como crescimento nos limites normais (CIPE) a suplementação de vitaminas é pertinente para manter os resultados de enfermagem esperados conforme a meta estabelecida. Além disso, medidas preventivas como clampeamento tardio do cordão (após 3 minutos), aleitamento materno exclusivo até 6 meses, não utilizar leite de vaca antes de 12 meses, e a partir da introdução alimentar incluir alimentos ricos em ferro, são importantes.

Saiba mais: Diretrizes alimentares americanas para bebês e crianças de até dois anos de idade

Contudo, lembre-se que todo mineral em excesso pode ser prejudicial à saúde, e no caso do ferro pode ocorrer má absorção de minerais como o zinco, hemocromatose/talassemia, e supressão da atividade enzimática. Por isso, a dose da suplementação (Tabela 1) ou de tratamento (3-5 mg de ferro elementar/kg de peso/dia) deve seguir recomendações científicas e atuais.

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
# Ministério da Saúde (BR). Programa Nacional de Suplementação de ferro: manual de condutas gerais. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. – Brasília: Ministério da Saúde, 2013. # Braga JAP, Vitalle MSS. Deficiência de ferro na criança. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia. 2010;32(suppl 2):38-44. DOI: 10.1590/S1516-84842010005000054. Acesso em 05 de março de 2022. # Quadros KAN, Goulart EMA. Reflexões sobre a suplementação de ferro na população infantil. Rev Med Minas Gerais. 2010;20(4), supl. 3:S25- S30. # Sociedade Brasileira de Pediatria. Consenso sobre anemia ferropriva: Mais que uma doença, uma urgência médica!, n. 2, 2018. Disponível em: https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/21019f-Diretrizes_Consenso_sobre_anemia_ferropriva-ok.pdf. Acesso em 05 de março de 2022.
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.