Página Principal > Cardiologia > Uso de betabloqueadores pode aumentar risco de mortalidade em diabéticos
estatinas betabloqueadores

Uso de betabloqueadores pode aumentar risco de mortalidade em diabéticos

Tempo de leitura: 1 minuto.

Em novo artigo do Mayo Clinic Proceedings, publicado em abril, pesquisadores avaliaram a relação entre o uso de betabloqueadores e mortalidade por todas as causas em pacientes com e sem diabetes.

Para esse estudo de coorte prospectivo, os autores utilizaram os dados da US National HealthNutrition Examination Survey, de 1999 a 2010. Os participantes (2.840 diabéticos e 14.684 não-diabéticos) foram acompanhados desde a data de participação até 31 de dezembro de 2011.

Em comparação aos participantes diabéticos que não faziam uso de um betabloqueador, a mortalidade por todas as causas foi significativamente maior em diabéticos que utilizaram algum betabloqueador (HR, 1,49; IC de 95%: 1,09 a 2,04; P = 0,01).

Betabloqueadores: particularidades para as quais não nos atentamos no dia a dia

Além disso, a mortalidade por todas as causas em participantes diabéticos com doença arterial coronariana (DAC) foi significativamente maior naqueles que utilizavam betabloqueadores, comparados àqueles que não usavam (HR, 1,64; IC de 95%: 1,08 a 2,48; P = .02). Em participantes não diabéticos com DAC a mortalidade foi significativamente menor naqueles que usavam betabloqueadores (HR, 0,68; IC de 95%: 0,50 a 0,94, P = 0,02).

Pelos achados, os pesquisadores concluíram que o uso de betabloqueadores pode estar associado a um risco aumentado de mortalidade em pacientes com diabetes e entre o subgrupo que tem DAC.

Bateu uma dúvida? O Whitebook refresca sua memória com conteúdos atualizados. Baixe aqui o nosso app.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • Risk of All-Cause Mortality in Diabetic Patients Taking β-Blockers. Tsujimoto, Tetsuro et al. Mayo Clinic Proceedings , Volume 93 , Issue 4 , 409 – 418

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.