Leia mais:
Leia mais:
Uso de drogas: início precoce acelera o desenvolvimento de transtornos?
Check-up Semanal: maconha na gestação e autismo, cetamina em pediatria e mais! [podcast]
Consumo de maconha na gestação e o risco de autismo em crianças
Anvisa aprova simplificação da importação de produtos à base de cannabis
Uso de maconha entre adolescentes na era do vape, nos EUA

Uso medicinal de derivados de maconha liberado: o que o médico precisa saber

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Em julho de 2015, publicamos o artigo “Os riscos e benefícios do uso da cannabis medicinal“, em que fizemos ampla discussão do uso clínico da substância então proibida em território nacional para o tratamento de doenças. Eis que nesta semana, a Anvisa acaba de autorizar a prescrição de medicamentos derivados da planta Cannabis sativa (liberação esta que já havia sido feita pelo Conselho Federal de Medicina em dezembro de 2015).

Os derivados de maconha cannabidiol e tetrahidrocannabinol (THC) já haviam sido removidos da lista de substâncias proibidas para fazerem parte da lista de substâncias controladas em janeiro do ano passado.

Na verdade, o uso medicinal de derivados de maconha já era possível no Brasil, mediante pedido excepcional de importação junto à Anvisa. No entanto, a partir de agora, a exemplo do que já ocorre em outros países (como Estados Unidos, Canadá e Uruguai), o mesmo está liberado e não necessita mais da autorização do órgão.

Essa liberação gerou uma série de dúvidas em médicos e profissionais de saúde sobre como é feita a regulação, como prescrever e como orientar seus pacientes a aquisição do medicamento. Preparamos este artigo especial para esclarecer estes principais pontos:

  1. Quem é candidato ao tratamento?

Pacientes portadores de doenças neurológicas como epilepsia, dor neuropática e esclerose múltipla que possam se beneficiar do princípio ativo do cannabidiol.

Veja também: ‘O uso de cannabis a longo prazo para dor crônica é seguro?’

  1. Quem pode receitar o cannabidiol no Brasil e como deve ser feita a prescrição?

Todo médico pode fazer a prescrição do cannabidiol no Brasil, devendo apenas seguir as regras para prescrição de medicamentos controlados, com receita em duas vias e com cópia enviada para a Anvisa.

  1. Onde os medicamentos poderão ser comprados? Na farmácia?

Medicamentos ainda não foram aprovados para comercialização no Brasil, a aprovação corrente é apenas para seu uso medicinal; o que significa dizer que os mesmos ainda não estão disponíveis em farmácias e devem ser obtidos apenas por importação. A Anvisa informa, no entanto, que já está avaliando um pedido de comercialização por parte de um laboratório e a expectativa é que medicamentos estejam disponíveis nas farmácias em até nove meses.

E mais: ‘Por que a erva Kratom pode ser proibida nos EUA?’

  1. E a produção de maconha no Brasil? Está liberada?

Não. A liberação é apenas para a importação do medicamento sem a exigência de autorização do órgão e mediante prescrição médica. Continua sendo proibido a produção de maconha em território nacional, independente dos fins. Atualmente, pesquisadores utilizam maconha apreendida pela Polícia Federal em seus estudos.

N. do A.: A PEBMed e o autor não apoiam e contraindicam o uso recreativo da cannabis.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Referências Bibliográficas:

  • https://g1.globo.com/bemestar/noticia/2016/03/anvisa-autoriza-prescricao-de-remedios-base-de-canabidiol-e-thc.html
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.