Página Principal > Cardiologia > Varfarina associada a maior risco de fratura em comparação à dabigatrana
estetoscopio em cima de raio-x

Varfarina associada a maior risco de fratura em comparação à dabigatrana

Estudo clínico publicado no Journal of the American Medical Association (JAMA) comparou o risco de fraturas em pacientes em uso do anticoagulante varfarina em comparação com o anticoagulante dabigatrana.

O tratamento com o dabigatrana foi associado a menor risco de fratura de quadril em comparação à varfarina para pacientes com fibrilação atrial não valvar (0,7 x 1,1/1000 pessoas-ano). Mas esta diferença no risco de fratura foi observada exclusivamente em pacientes com história prévia de quedas e fraturas.

Estudos prévios já haviam apontado uma possível associação entre o uso de varfarina e risco aumentado de fratura osteoporótica, porém este é o primeiro estudo que compara a droga com um anticoagulante novo (não-antagonista da vitamina K). Ainda assim, o estudo apresenta algumas limitações.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Embora tenha sido realizado com uma ampla base populacional, contou com 8152 pacientes e seguimento médio de 500 dias, o mesmo não foi randomizado, e, portanto, a relação apresentada pode ter sido gerada por um simples viés de seleção. Sendo assim, novos estudos devem ser realizados para confirmar esta relação, preferencialmente ensaios clínicos randomizados.

Caso confirmado, a avaliação do risco de fratura osteoporótica se tornaria fundamental na escolha do anticoagulante oral, devendo-se evitar o uso de antagonistas da vitamina K em pacientes de alto risco de fratura.

Referências Bibliográficas

Wallis C. Y. Lau; Esther W. Chan, PhD; Ching-Lung Cheung, PhD; et al.  Association Between Dabigatran vs Warfarin and Risk of Osteoporotic Fractures Among Patients With Nonvalvular Atrial Fibrillation. JAMA. 2017;317(11):1151-1158. doi:10.1001/jama.2017.1363.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.