Você​ ​sabe​ ​como​ ​tratar​ ​a​ ​Dor​ ​do​ ​Crescimento?

Criança​ ​com​ ​dores​ ​nos​ ​membros​ ​inferiores​ ​representam​ ​uma​ ​queixa​ ​comum​ ​no cotidiano​ ​médico.​ ​As​ ​causas​ ​são​ ​múltiplas​ ​e,​ ​dentre​ ​elas,​ ​repousa​ ​o​ ​desafio​ ​de​ ​identificar​ ​a​ ​Dor​ ​do​ ​Crescimento​.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Criança​ ​com​ ​dores​ ​nos​ ​membros​ ​inferiores​ ​representam​ ​uma​ ​queixa​ ​comum​ ​no cotidiano​ ​médico.​ ​As​ ​causas​ ​são​ ​múltiplas​ ​e,​ ​dentre​ ​elas,​ ​repousa​ ​o​ ​desafio​ ​de​ ​diferenciar​ ​a inocente​ ​Dor​ ​do​ ​Crescimento​ ​das​ ​muitas​ ​outras​ ​causas​ ​menos​ ​benignas.

A​ ​dor​ ​do​ ​crescimento​ ​apresenta​ ​algumas​ ​características:

  1. É​ ​uma​ ​dor​ ​intermitente,​ ​ocorrendo​ ​geralmente​ ​ao​ ​redor​ ​de​ ​2​ ​a​ ​3​ ​vezes​ ​por​ ​semana,​ ​com duração​ ​de​ ​30​ ​minutos​ ​a​ ​2​ ​horas,​ ​e​ ​períodos​ ​entre​ ​crises​ ​totalmente​ ​sem​ ​dor.
  2. Geralmente​ ​afeta​ ​os​ ​músculos​ ​do​ ​tríceps​ ​sural,​ ​mas​ ​também​ ​pode​ ​afetar​ ​região​ ​anterior da​ ​coxa,​ ​fossa​ ​poplítea​ ​e​ ​canela.
  3. É​ ​difusa​ ​e​ ​mal​ ​definida.
  4. Ocorre​ ​predominantemente​ ​à​ ​noite,​ ​podendo​ ​despertar​ ​a​ ​criança​ ​durante​ ​o​ ​sono,​ ​mas definitivamente​ ​não​ ​apresenta​ ​sintomas​ ​pela​ ​manhã.
  5. O​ ​exame​ ​físico​ ​é​ ​normal,​ ​ou​ ​seja:​ ​não​ ​se​ ​encontram​ ​deformidades,​ ​tumorações,​ ​sinais flogísticos​ ​ou​ ​qualquer​ ​outro​ ​achado​ ​que​ ​leve​ ​a​ ​pensar​ ​em​ ​outro​ ​diagnóstico.

O​ ​quadro​ abaixo​ ​apresenta​ ​diagnósticos​ ​diferenciais​ ​importantes​ ​a​ ​serem​ ​pesquisados​ ​na avaliação​ ​de​ ​uma​ ​criança​ ​com​ ​dores​ ​nos​ ​membros​ ​inferiores:

Quadro​ ​1:​ ​diagnósticos​ ​diferenciais​ ​para​ ​dores​ ​nos​ ​membros​ ​inferiores​ ​em​ ​crianças​ ​e​ ​exames

Causas Exames
Tumorais:
Benignas:​​ Osteoma​ ​osteoide,​ ​Cistos​ ​ósseos
Malignas: ​Osteossarcoma,​ ​Sarcoma​ ​de Ewing
Radiografia ​simples​ ​do​ ​membro
Complementação​ ​diagnóstica​ ​com ressonância​ ​nuclear​ ​magnética​ ​quando indicado
Inflamatórias:
Osteomielite
Abscessos
Pioartrite
Celulite
Avaliação clínica
Radiografia​ ​simples
Provas​ ​inflamatórias
Pioartrite:​ ​importante​ ​bloqueio​ ​articular
Trauma Avaliação​ ​clínica​ ​e​ ​radiografia​ ​simples
Doenças​ ​ortopédicas​ ​infantis
Legg-Calvé-Perthes
Epifisiolistese
Hiperfrouxidão​ ​ligamentar
Alterações​ ​do​ ​eixo​ ​mecânico​ ​da​ ​perna
Osteomalácia,​ ​raquitismo,​ ​outras​ ​doenças​ ​do metabolismo​ ​ósseo
Avaliação clínica
Radiografia​ ​simples​ ​da​ ​bacia
Painel​ ​da​ ​vitamina​ ​D​ ​para​ ​suspeita​ ​de raquitismo/osteomalácia

A​ ​dor​ ​do​ ​crescimento​ ​ainda​ ​não​ ​apresenta​ ​uma​ ​causa​ ​bem​ ​definida.​ ​O​ ​seu​ ​nome​ ​é,​ ​na realidade,​ ​um​ ​​misnomer,​ ​uma​ ​vez​ ​que​ ​seu​ ​pico​ ​de​ ​incidência​ ​é​ ​em​ ​crianças​ ​na​ ​idade​ ​escolar, fora​ ​da​ ​época​ ​do​ ​estirão​ ​do​ ​crescimento​ ​e​ ​não​ ​está​ ​relacionada​ ​com​ ​distensão​ ​de​ ​tecidos​ ​ou crescimento​ ​ósseo.

É​ ​possível​ ​que​ ​ocorra​ ​em​ ​crianças​ ​mais​ ​jovens,​ ​inclusive​ ​bebês,​ ​porém​ ​a​ ​confiabilidade do​ ​relato​ ​de​ ​dor​ ​se​ ​torna​ ​progressivamente​ ​maior​ ​apenas​ ​após​ ​os​ ​2​ ​anos​ ​de​ ​idade,​ ​e realmente​ ​fidedigna​ ​após​ ​os​ ​4,​ ​tornando​ ​o​ ​diagnóstico​ ​difícil​ ​em​ ​pré-escolares​ ​e​ ​lactentes.

A​ ​prevalência​ ​é​ ​extremamente​ ​variável​ ​de​ ​acordo​ ​com​ ​os​ ​estudos​ ​realizados,​ ​refletindo uma​ ​grande​ ​dificuldade​ ​diagnóstica​ ​e​ ​a​ ​falta​ ​de​ ​critérios​ ​exatos​ ​para​ ​a​ ​sua​ ​definição.

Mais do autor: ‘Geno varo – como devo conduzir o caso?’

Um​ ​estudo​ ​indiano​ ​(Mohanta​ ​MP.​ ​Indian​ ​Pediatrics,​ ​2014;51;379-83)​ ​apresentou​ ​alguns fatores​ ​interessantes​ ​associados​ ​à​ ​Dor​ ​do​ ​Crescimento:​ ​ocorre​ ​em​ ​crianças​ ​com​ ​sobreuso​ ​das extremidades​ ​inferiores,​ ​menor​ ​limiar​ ​à​ ​dor​ ​ou​ ​diminuição​ ​da​ ​força​ ​óssea,​ ​com​ ​provável influência​ ​emocional.

A​ ​conduta​ ​mais​ ​importante​ ​na​ ​suspeita​ ​da​ ​dor​ ​do​ ​crescimento​ ​é​ ​se​ ​certificar​ ​de​ ​que​ ​não há​ ​nenhum​ ​outro​ ​diagnóstico​ ​que​ ​explique​ ​esta​ ​dor,​ ​solicitando-se​ ​radiografias​ ​simples​ ​dos membros​ ​acometidos​ ​e​ ​os​ ​outros​ ​exames​ ​condizentes​ ​com​ ​a​ ​suspeita​ ​diagnóstica.​ ​Uma​ ​vez definido,​ ​deve-se​ ​acompanhar​ ​a​ ​criança​ ​periodicamente​ ​e​ ​ficar​ ​atento​ ​a​ ​sinais​ ​de​ ​alarme​ ​que levem​ ​a​ ​outros​ ​diagnósticos,​ ​como​ ​piora​ ​ou​ ​aumento​ ​da​ ​frequência​ ​da​ ​dor,​ ​ocorrência​ ​diurna, alterações​ ​clínicas​ ​dos​ ​membros​ ​inferiores.

Sendo​ ​uma​ ​doença​ ​autorresolutiva,​ ​não​ ​há​ ​tratamento​ ​específico;​ ​podem​ ​ser​ ​usados sintomáticos,​ ​conforme​ ​necessidade.

Um​ ​estudo​ ​turco​ ​recente​ ​(Vehapoglu​ ​A,​ ​et​ ​al.​ ​Med​ ​Princ​ ​Pract​ ​2015;24:332–8)​ ​indicou uma​ ​provável​ ​associação​ ​entre​ ​dor​ ​do​ ​crescimento​ ​e​ ​deficiência​ ​de​ ​vitamina​ ​D​ ​e​ ​uma correlação​ ​positiva​ ​entre​ ​melhora​ ​da​ ​dor​ ​e​ ​suplementação​ ​desta​ ​vitamina​ ​durante​ ​o​ ​período​ ​de um​ ​mês.​

​Cabe​ ​salientar​ ​que​ ​ainda​ ​são​ ​necessários​ ​mais​ ​estudos​ ​a​ ​respeito​ ​para​ ​poder​ ​indicar sua​ ​utilização​ ​na​ ​medicina​ ​baseada​ ​em​ ​evidências,​ ​porém​ ​a​ ​suplementação/reposição​ ​da vitamina​ ​D​ ​nesta​ ​síndrome​ ​deve​ ​ser​ ​uma​ ​tendência​ ​futura.

É médico e também quer ser colunista da PEBMED? Clique aqui e inscreva-se!

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Especialidades