Página Principal > Cardiologia > AAS é eficiente na prevenção de eventos cardiovasculares em idosos?
AAS

AAS é eficiente na prevenção de eventos cardiovasculares em idosos?

Tempo de leitura: 2 minutos.

O papel do ácido acetilsalicílico (AAS) na prevenção primária de eventos cardiovasculares foi posto à prova mais uma vez em um novo estudo realizado em setembro e publicado na The New England Journal of Medicine. A pesquisa tentou comprovar o benefício do medicamento em pacientes com idade avançada. Novamente, o fármaco não se mostrou eficaz para evitar o surgimento de doenças cardiovasculares em idosos.

A pesquisa, realizada entre 2010 e 2014, analisou randomicamente 19.114 participantes provenientes dos Estados Unidos e da Austrália. Como critério, o levantamento considerou pacientes com mais de 65 anos, sem histórico de doenças cardiovasculares, demência ou alguma sequela. Os indivíduos foram divididos aleatoriamente em dois grupos, o primeiro recebeu dose diária de 100 mg de AAS, enquanto o segundo recebeu apenas placebo. Os pesquisadores acompanharam os participantes pelo período médio de 4,7 anos.

O desfecho primário não apontou diferença significativa no desenvolvimento de eventos cardiovasculares nem nos índices de mortalidade entre os pacientes dos dois grupos analisados.

Leia mais: AAS na prevenção primária após o ESC 2018: o que mudou?

No grupo medicado com AAS, o índice de doenças cardiovasculares foi de 10,7 eventos por 1000 pessoas ao ano, no grupo que recebeu placebo foi de 11,3 eventos por 1000 pessoas ao ano. (hazard ratio 0,95; IC 95% [0,83-1,08]). A incidência de hemorragia foi de 8,6 eventos por 1000 pessoas-ano no primeiro grupo e 6,2 eventos por 1000 pessoas-ano no segundo grupo. HR 1,38 IC 95% [1,18-1,62]; P<0,001).

O risco de mortes (por todas as causas) foi de 12,7 eventos por 1000 pessoas-ano no grupo da AAS, já no grupo do placebo o índice foi 11,1 eventos por 1000 pessoas-ano. (hazard ratio 1,14; IC 95% [1,01-1,29). O câncer foi a causa da morte de 3,1% dos indivíduos medicados com AAS e 2,3% nos pacientes que receberam placebo (HR 1,31 IC 95%, 1,10-1,56).

Tenha em mãos informações objetivas e rápidas sobre práticas médicas. Baixe o Whitebook.

Referências:

  • Effect of Aspirin on Cardiovascular Events and Bleeding in the Healthy Elderly. September 16, 2018. The New England Journal of Medicine DOI: 10.1056/NEJMoa1805819
  • Effect of Aspirin on All-Cause Mortality in the Healthy Elderly. September 16, 2018 DOI: 10.1056/NEJMoa1805819

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.