Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Endocrinologia / Adolescentes com diabetes podem desenvolver distúrbios alimentares
diabetes

Adolescentes com diabetes podem desenvolver distúrbios alimentares

Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Tenha acesso ilimitado a todos os artigos, quizzes e casos clínicos do Portal PEBMED.

Faça seu login ou inscreva-se gratuitamente!

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

Tempo de leitura: 2 minutos.

O diabetes é uma doença que atinge todas as faixas etárias, principalmente em idades mais avançadas e nos primeiros anos de vida. No entanto, a enfermidade não deve ser ignorada na adolescência. Dependendo da qualidade de vida do adolescente, principalmente se este for portador de diabetes do tipo 1, vários problemas podem aparecer nesta fase, especialmente os distúrbios alimentares.

É o que indica uma pesquisa de cientistas da Região das Marcas, na Itália, publicada na International Journal of Eating Disorders. De acordo com o estudo, dos 163 participantes (entre 11 e 20 anos), foi detectada a presença de distúrbios alimentares em adolescentes com o diabetes tipo 1 em 27% (95% CI 17–38) do sexo masculino e 42% (95% CI 31–53) do sexo feminino que responderam ao Questionário de Distúrbios Alimentares e Diabetes (DEPS‐R) de forma positiva (score ≥20) às questões elaboradas.

Leia mais: Diagnóstico de diabetes em amostra única de sangue: é possível?

Entre os adolescentes DEPS‐R‐positivo, a pesquisa conseguiu identificar um perfil comum à maioria dos participantes, que apresentaram características como sobrepeso ou obesidade, baixo metabolismo corporal, pouca atividade física, sedentarismo e falta de rigor com os horários de aplicação da insulina.

O estudo visa identificar os perfis mais vulneráveis ao desenvolvimento de transtornos na alimentação catalisados pelo diabetes para, assim, traçar estratégias a fim de melhorar a qualidade de vida dos portadores da doença, além de elevar a autoestima na adolescência. Os pesquisadores alertam que programas educacionais também podem ser eficazes para promover um estilo de vida mais saudável.

Entre os fatores que ajudam a controlar a doença, a alimentação e o exercício físico são essenciais para ajudar a manter os níveis glicêmicos estáveis.

Tenha em mãos informações objetivas e rápidas sobre práticas médicas. Baixe o Whitebook.

Referências:

  • Cherubini V et al. Disordered eating behaviors in adolescents with type 1 diabetes: A cross-sectional population-based study in Italy. Int J Eat Disord 2018 Jul 22; [e-pub]. (https://doi.org/10.1002/eat.22889)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.