Ambiente próprio é mais saudável para o prematuro do que enfermaria? - PEBMED

Ambiente próprio é mais saudável para o prematuro do que enfermaria?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

O nascimento prematuro é um dos principais fatores de risco para morbimortalidade infantil nas maternidades. Geralmente os recém-nascidos são colocados em espaços coletivos posicionados em ambientes abertos dentro da unidade hospitalar neonatal. No entanto, este método não é o mais indicado em se tratando de bebês nascidos com prematuridade, apesar de não haver muitos estudos na área que confirmam ou refutam esta hipótese.

corticoide

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Enfermaria x quartos para família

No intuito de esclarecer a questão, pesquisadores americanos buscaram investigar se um quarto único para a família e o bebê teria melhores resultados no desenvolvimento neurológico do neonato em comparação com ambientes abertos da maternidade.

Leia mais: Terapia precoce com cafeína melhora desenvolvimento de bebês prematuros?

Um estudo sistemático e de metanálise realizado em 2018 revisou 487 registros da literatura e selecionou 13 estudos populacionais, que totalizaram 4793 pacientes prematuros atendidos no ambiente comum na enfermaria da maternidade ou em quartos próprios. O desfecho primário observado foi o desenvolvimento neurológico do prematuro na idade apropriada e os desfechos secundários foram tempo de internação, sepse, amamentação, crescimento, displasia broncopulmonar, hemorragia intraventricular, retinopatia e mortalidade. Os resultados foram publicados em janeiro no periódico The Lancet Child & Adolescent Health.

Resultados

Nenhuma diferença no desenvolvimento neurológico foi observada entre os dois ambientes, (diferença média de 1,04 [IC 95% [3,45 a 5,52]p=0,65; I 2=42%), de acordo com a Escala Bayley de Desenvolvimento para Bebês e Crianças-III. O estudo não comprovou também diferença significativa em tempo de internação, displasia broncopulmonar, hemorragia intraventricular, retinopatia e mortalidade.

Entretanto, foram verificados outros benefícios dos quartos próprios para o bebê e a família. O risco (risk ratio) de sepse foi menor nesses locais do que nos espaços coletivos da maternidade. (RR 0,63 [IC 95% [0,50 a 0,78] p<0,0001; I2=0%).

Como os benefícios foram discretos e apenas em alguns dos desfechos esperados, novos estudos são necessários antes de adotarmos essa prática no cotidiano

Tenha em mãos informações objetivas e rápidas sobre práticas médicas. Baixe o Whitebook

Referências:

  • Nicole R van Veenendaal, et al. Hospitalising preterm infants in single family rooms versus open bay units: a systematic review and meta-analysis. Janeiro de 2019. The Lancet Child & Adolescent Health Disponível em https://www.thelancet.com/journals/lanchi/article/PIIS2352-4642(18)30375-4

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar