Leia mais:
Leia mais:
Eficácia da Vacina da Pfizer em Crianças de 5 a 11 anos
Vacina contra Herpes Zoster é segura em pacientes tratados com antagonista de TNF alfa
Probióticos: LGG® no incremento da resposta às vacinas
Medidas de distanciamento social diminuíram circulação de outros vírus respiratórios, indica estudo
Versão falsificada do medicamento Venvanse 70 mg está em circulação no país, alerta Anvisa

Anvisa alerta a profissionais de saúde para falsificações de medicamento e vacina

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu alerta aos profissionais de saúde e à população em geral sobre a circulação de uma versão falsificada do medicamento Harvoni, da empresa Gilead Sciences Farmacêutica do Brasil Ltda., prescrito para o tratamento da hepatite C crônica (HCC), genótipo 1, em adultos e crianças acima de 12 anos.

O outro alerta vai para a identificação de três casos de falsificação da vacina Fluarix Tetra, da empresa GlaxoSmithKline Brasil (GSK), que previne a influenza ou gripe. A vacina falsificada está sendo comercializada com um frasco-ampola multidose. A verdadeira é encontrada apenas em dose única.

cadastro portal

Medicamento para hepatite C

De acordo com a Agência, a versão original do medicamento Harvoni no país é apresentada em caixas com rótulo em português, contendo um frasco com 28 comprimidos brancos, revestidos, em forma de diamante e com a gravação da sigla “GSI” em um lado e a numeração “7985” do outro.

Já a versão falsificada identificada por aqui possui caixas com o rótulo em alemão, com os números de lotes WMWN, VCKT, VDMZ, 16SFCO2 ou 16UCKT35D5, além de comprimidos nas cores rosa ou branco.

O Harvoni é um remédio antiviral utilizado no tratamento para hepatite C crônica, uma enfermidade infecciosa que afeta o fígado, causada pelo vírus da hepatite C. O fármaco contém as substâncias ativas ledipasvir e sofosbuvir.

Ele está disponível com comprimidos que contêm 90 mg de ledipasvir e 400 mg de sofosbuvir. A dose recomendada é um comprimido tomado uma vez por dia. O Harvoni é recomendado para o uso em pacientes com vírus dos genótipos 1, 4, 5 e 6 e para alguns pacientes com o genótipo 3.

A duração do tratamento com o Harvoni, e se ele será usado sozinho, ou em combinação com outro medicamento chamado ribavirina, depende do genótipo do vírus e da natureza dos problemas hepáticos que os pacientes apresentarem.

Caso profissionais de saúde e pacientes identifiquem o produto falsificado, a orientação é não utilizar o remédio e notificar imediatamente à Anvisa, através dos canais de atendimento, assim como ao Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da Gilead, pelo telefone 0800 771 0744 ou pelo e-mail sac@gilead.com.

Leia também: Influenza: máscaras cirúrgicas podem ser tão eficazes quanto N-95 na prevenção

Vacina contra gripe

A vacina Fluarix Tetra original da GSK é comercializada em embalagem que contém uma seringa preenchida com dose única, agulha, estojo plástico, bula e cartucho.

A empresa GSK também fabrica a Fluarix com dez doses, porém a embalagem contém dez seringas preenchidas.

No dia 4 de maio de 2020, foi publicada no Diário Oficial da União (D.O.U.) a Resolução Específica (RE) 1.319/2020, que determina a apreensão e a inutilização dos produtos falsificados, assim como a proibição da sua comercialização, da sua distribuição e da sua utilização.

Ao encontrar a vacina Fluarix Tetra da GSK em frasco-ampola multidose, trata-se da vacina falsificada e não deve ser utilizada.

Nesse caso, entre em contato com a Anvisa, via Notivisa. Ou com o Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) da GSK, por meio do telefone 0800 701 22 33 ou do e-mail sac.brasil@gsk.com.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Autor(a):

Referências bibliográficas:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar