Página Principal > Pediatria > Atividade física na idade escolar reduz o risco de depressão

Atividade física na idade escolar reduz o risco de depressão

Já se sabe que a atividade física moderada a vigorosa reduz o risco de depressão em adolescentes e adultos, mas essa relação na infância ainda era desconhecida. Agora, em um novo estudo observacional, pesquisadores analisaram essa questão.

Cerca de 800 crianças na Noruega foram avaliadas quanto à depressão (medida através de entrevistas clínicas semi-estruturadas de pais e crianças) e nível de atividade física (usando acelerômetros de cintura) aos 6, 8 e 10 anos de idade. A prevalência de depressão maior foi inferior a 0,5% em todas as três idades.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Em análises ajustadas, níveis mais altos de atividade física moderada a vigorosa aos 6 e 8 anos foram associados com menos sintomas depressivos 2 anos mais tarde. Cada hora de atividade por dia conferiu uma redução de aproximadamente 0,2 nos sintomas da depressão. Comportamento sedentário, no entanto, não foi associado com depressão maior.

Veja também: ‘O tipo de atividade física praticado influencia a sobrevida?’

Aumentar a atividade física em crianças pode servir como um método complementar para prevenir e tratar a depressão infantil. Embora os efeitos observados no estudo sejam pequenos, eles são semelhantes aos obtidos por programas de intervenção psicossocial em crianças e adolescentes.

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.