Página Principal > Colunistas > Atividade física, sedentarismo e sono para menores de 5 anos: novas diretrizes da OMS
atividade fisica

Atividade física, sedentarismo e sono para menores de 5 anos: novas diretrizes da OMS

Tempo de leitura: 4 minutos.

Recentemente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou as novas diretrizes sobre atividade física, comportamento sedentário e sono para crianças menores de 5 anos. Essas diretrizes foram desenvolvidas por um painel de especialistas da OMS, que avaliaram os efeitos do sono inadequado em crianças pequenas e o tempo gasto por essas crianças sentados usando aparelhos com telas ou contido em cadeiras e carrinhos de bebê. Os especialistas também revisaram evidências sobre os benefícios do aumento dos níveis de atividade.

Exercícios, sedentarismo e sono

De acordo com a OMS, melhorar a atividade física, reduzir o tempo de sedentarismo e garantir o sono de qualidade em crianças pequenas melhorará sua saúde física, mental e seu bem-estar, ajudando a prevenir a obesidade infantil e doenças associadas. O não cumprimento das recomendações atuais de atividade física é responsável por mais de 5 milhões de óbitos em todo o mundo a cada ano em todas as faixas etárias. Atualmente, mais de 23% dos adultos e 80% dos adolescentes não são suficientemente ativos fisicamente. Se a atividade física saudável, o comportamento não sedentário e as práticas saudáveis de sono forem estabelecidos no início da vida, isso ajudará a moldar os hábitos desde a infância, adolescência e até a idade adulta.

Para a OMS, o que realmente precisamos fazer é trazer de volta o brincar para as crianças, transformando o tempo de sedentarismo em tempo de brincadeira, protegendo o sono. O padrão de atividade geral de 24 horas é fundamental: substituir o tempo de tela prolongado ou sedentarismo por um jogo mais ativo, garantindo que as crianças pequenas tenham uma boa qualidade de sono. Tempo de tela é definido nessas recomendações como o tempo gasto passivamente assistindo a entretenimento baseado em tela (televisão, computador, dispositivos móveis). Não inclui jogos baseados em tela em que a atividade física ou o movimento são necessários. O tempo gasto em atividades interativas não baseadas em uma tela com um cuidador, como leitura, contar histórias, cantar, montar quebra-cabeças, por exemplo, é muito importante para o desenvolvimento infantil.

Atividade física na infância: a importância do exercício para os cardiopatas

Para a execução dessas recomendações, a OMS se baseou em estudos com as seguintes conclusões:

– Atividade física é associada à melhora do desenvolvimento motor e cognitivo, saúde psicossocial e cardiometabólica em intervenções randomizadas e não randomizadas e com melhor desenvolvimento motor em estudos observacionais. Atividades físicas de intensidade vigorosa a moderada e de intensidade vigorosa foram beneficamente associadas a diversos indicadores de saúde e, embora não tenha sido possível determinar a frequência ou duração atividade, mais atividade física parecia ser melhor;

– Há uma associação predominantemente desfavorável ou nula entre tempo de tela e adiposidade, desenvolvimento cognitivo ou motor e saúde psicossocial. Há também uma associação favorável ou nula entre o tempo gasto com leituras e desenvolvimento cognitivo. Além disso, há uma associação predominantemente desfavorável ou nula entre tempo gasto sentado (em carrinho, por exemplo) e adiposidade ou desenvolvimento motor;

  Atividade Fïsica Screen Time Sono
0-3 meses > 30 min ZERO 14-17h
4-11 meses > 30 min ZERO 12-16h
1-2 anos > 180 min < 60 min 11-14h
3-4 anos > 180 min
> 60 min intenso
< 60 min 10-13h

– A menor duração do sono é associada a maior adiposidade, pior regulação emocional, pior crescimento, maior tempo de tela e maior risco de lesões. Não houve associações claras entre duração do sono e desenvolvimento cognitivo e motor ou atividade física.

As interações entre atividade física, comportamento sedentário e tempo de sono adequado, e seu impacto na saúde física e mental e bem-estar, foram reconhecidas pela Commission on Ending Childhood Obesity. Segundo a OMS, essas diretrizes são destinadas a todas as crianças saudáveis com menos de 5 anos de idade, independentemente do gênero, origem cultural ou condição socioeconômica das famílias e são relevantes para crianças de todas as habilidades. No entanto, cuidadores de crianças com deficiência ou com uma condição médica específica podem buscar orientação adicional de um profissional de saúde.

Para que sejam obtidos os maiores benefícios de saúde, bebês e crianças pequenas devem atender a todas as recomendações para atividade física, comportamento sedentário e sono em um período de 24 horas. A substituição da posição sentada e do tempo de tela por uma atividade física de intensidade vigorosa, além da preservação do sono, podem fornecer benefícios para a saúde nesta faixa etária (recomendações fortes, evidência de qualidade muito baixa). As recomendações da OMS encontram-se resumidas no Quadro 1.

Dia Mundial da Atividade Física: os 5 melhores exercícios para praticar

Recomendações da OMS

Atividade física

Recomendações fortes, evidência de qualidade muito baixa

Comportamento sedentário

Recomendações fortes, evidência de qualidade muito baixa

Lactentes < 1 ano de idade O lactente deve ser fisicamente ativo várias vezes por dia de várias formas, particularmente através de atividades interativas no chão. Para aqueles que ainda não engatinham ou andam, isso inclui pelo menos 30 minutos de barriga para baixo (posição prona) durante todo o dia, enquanto acordado. O bebê não ser contido por mais de 1 hora por vez (em carrinhos de bebê, cadeiras altas ou amarrado nas costas de um cuidador, por exemplo). Tempo de tela (assistir TV, vídeos ou jogos de computador) não é recomendado. Recomenda-se que o cuidador conte histórias para o lactente.
Crianças de 1 a 2 anos de idade Recomenda-se que a criança nesta idade passe pelo menos 180 minutos exercendo atividades físicas de qualquer intensidade durante o dia, incluindo atividades de moderada a vigorosa intensidade (mais é melhor). A criança nesta faixa etária não ser contida por mais de 1 hora por vez ou permanecer sentada por um período longo. Tempo de tela não é recomendado para as crianças de 1 ano. As crianças de 2 anos não devem passar mais de 1 hora em tempo de tela (menos é melhor).  Recomenda-se que o cuidador conte histórias para a criança e que ela participe da narrativa.
Crianças de 3 a 4 anos de idade Recomenda-se que a criança nesta idade passe pelo menos 180 minutos exercendo atividades físicas de qualquer intensidade, das quais pelo menos 60 minutos em atividade física de intensidade moderada a vigorosa, espalhada ao longo do dia (mais é melhor). A criança nesta faixa etária não ser contida por mais de 1 hora por vez ou permanecer sentada por um período longo. O tempo de tela não deve ser superior a 1 hora (menos é melhor).   Recomenda-se que o cuidador conte histórias para a criança e que ela participe da narrativa.

Estas diretrizes serão atualizadas após dez anos, a menos que pesquisas adicionais na área fornecem evidências adicionais para garantir uma atualização antecipada.

Autora:

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.